Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vizinhos estudam pedir indenização ao Estado


William Cardoso
Do Diário do Grande ABC

25/10/2008 | 07:05


Moradores do bloco 24 do conjunto habitacional da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano), onde vivia Eloa Cristina da Silva, dizem ter sofrido danos com a operação policial e estudam a possibilidade de pedir indenização ao governo.

Antes da invasão, o valor de um apartamento era estimado entre R$ 25 mil e R$ 30 mil. Eles afirmam que ninguém se interessaria por morar lá agora. "Os vândalos entram quando querem, atiram ovos, picham.

Viemos da Bahia para ganhar a vida aqui e temos um desfecho desses?", diz a dona-de-casa Sebastiana Chagas, 46 anos, que perdeu uma cirurgia de retirada de útero, marcada para o dia em que ocorreu a ação.

Também dona-de-casa, Iraci Leite de Souza Queirós, 48, diz que não pretende se aproveitar da desgraça alheia para lucrar. "Diga a verdade, quem vai querer comprar um apartamento aqui?", indaga.

Moradora do apartamento acima daquele onde vivia Eloa, Ione de Souza Lemos, 34, diz que a indenização é mais do que necessária. "Não foi só a família, nós também sentimos tudo o que aconteceu. Teve gente que chegou a perder o emprego pelos dias que permaneceu fora de casa", explica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;