Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

COI: Bolt deve mostrar mais respeito por adversários


Da AFP

21/08/2008 | 02:04


O velocista jamaicano Usain Bolt deve mostrar mais respeito com seus adversários. Pelo menos é o que disse nesta quinta-feira o presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Jacques Rogge.

Bolt, que fará 22 anos nesta quinta-feira, se tornou o primeiro atleta da história a vencer os 100 e 200 metros em uma mesma Olimpíada com recordes mundiais, nestes Jogos de Pequim.

Apesar da crítica, Rogge estimou que o jamaicano não deve ser comparado ao norte-americano Michael Phelps, que conquistou oito medalhas de ouro em Pequim: "Bolt está em outra dimensão. Pode ser considerado como um Jesse Owens. Tem uma margem ainda maior de respeito por parte de seus adversários. Se mantiver esta vantagem, será algo espetacular".

"Mas precisa amadurecer. É um garoto que deve mostrar mais respeito com seus adversários. Ficaria mais alinhado com o ideal olímpico".

"Deveria ter cumprimentado seus adversários após as corridas. Tem apenas 21 anos e ainda deve aprender. Não tenho problemas com suas exibições, mas apertar a mão ou dar um tapinha nas costas (dos adversários) após as corridas teria sido um bom gesto", opinou o presidente do COI.

"Teria sido melhor se não tivesse feito o gesto de 'agarre-me se puder' na final dos 100 metros, quando abriu os braços e olhou para o público, como se fizesse pouco caso dos adversários".

Bolt tentará seu terceiro ouro em Pequim no revezamento 4x100 metros.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;