Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 9 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras enfrenta a má fase da Lusa


Divanei Guazzelli
e Vagner Magalhaes
Da Redaçao s

29/09/1999 | 00:34


O Palmeiras tenta prosseguir na sua fase de manutençao no Campeonato Brasileiro, estabilizado entre os oito melhores colocados e invicto há nove jogos, e a Portuguesa procura sair da má fase no clássico desta quarta, às 20h30, no Parque Antártica. Além das situaçoes opostas das duas equipes, o jogo tem alguns personagens singulares, como os técnicos Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, e Zagallo, da Portuguesa, além do lateral palmeirense Zé Maria, que atua pela primeira vez contra o seu ex-clube, onde ficou 11 anos.

Depois do rachao desta terça à tarde, na Academia, o centro de treinamento do clube, Scolari disse que espera a conquista de quatro pontos nos jogos desta quarta, contra a Portuguesa, e domingo, contra o Sao Paulo. Nas contas do técnico, o time "ainda deve dois pontos" para se equilibrar no campeonato, o que significa uma vitória nesta quarta ou domingo, pois nos clássicos normalmente é contabilizada a conquista de um ponto.

"Temos de ganhar três pontos, nao importa o adversário nem a contagem de gols. A equipe entrou numa fase de estabilidade, as jogadas têm saído, mas também é preciso melhorar para nao ficar fora das oito primeiras colocaçoes", disse Scolari, que deve mudar somente o ataque, com o aproveitamento de Evair em lugar de Oséas.

No Canindé, o técnico Zagallo encerrou nesta terça a preparaçao do time apostando em uma recuperaçao do seu clube no campeonato, em que ocupa a antepenúltima posiçao. "O Gama estava atrás de nós, ganhou três seguidas e está com 17 pontos, brigando pela classificaçao", disse, citando o time do Distrito Federal como exemplo para os seus jogadores.

Apenas com a ausência de Carlinhos, que continua se recuperando de contusao, Zagallo poderá escalar o seu time considerado titular. "É um jogo difícil, mas nao é impossível sairmos com uma vitória de lá. Desde que cheguei na Portuguesa ganhamos uma e perdemos outra. Amanha (quarta) é o tira-teima." Assim como fez no Campeonato Paulista, Zagallo volta a se mostrar preocupado com a arbitragem. "Espero que o mesmo critério seja utilizado para os dois times."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras enfrenta a má fase da Lusa

Divanei Guazzelli
e Vagner Magalhaes
Da Redaçao s

29/09/1999 | 00:34


O Palmeiras tenta prosseguir na sua fase de manutençao no Campeonato Brasileiro, estabilizado entre os oito melhores colocados e invicto há nove jogos, e a Portuguesa procura sair da má fase no clássico desta quarta, às 20h30, no Parque Antártica. Além das situaçoes opostas das duas equipes, o jogo tem alguns personagens singulares, como os técnicos Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, e Zagallo, da Portuguesa, além do lateral palmeirense Zé Maria, que atua pela primeira vez contra o seu ex-clube, onde ficou 11 anos.

Depois do rachao desta terça à tarde, na Academia, o centro de treinamento do clube, Scolari disse que espera a conquista de quatro pontos nos jogos desta quarta, contra a Portuguesa, e domingo, contra o Sao Paulo. Nas contas do técnico, o time "ainda deve dois pontos" para se equilibrar no campeonato, o que significa uma vitória nesta quarta ou domingo, pois nos clássicos normalmente é contabilizada a conquista de um ponto.

"Temos de ganhar três pontos, nao importa o adversário nem a contagem de gols. A equipe entrou numa fase de estabilidade, as jogadas têm saído, mas também é preciso melhorar para nao ficar fora das oito primeiras colocaçoes", disse Scolari, que deve mudar somente o ataque, com o aproveitamento de Evair em lugar de Oséas.

No Canindé, o técnico Zagallo encerrou nesta terça a preparaçao do time apostando em uma recuperaçao do seu clube no campeonato, em que ocupa a antepenúltima posiçao. "O Gama estava atrás de nós, ganhou três seguidas e está com 17 pontos, brigando pela classificaçao", disse, citando o time do Distrito Federal como exemplo para os seus jogadores.

Apenas com a ausência de Carlinhos, que continua se recuperando de contusao, Zagallo poderá escalar o seu time considerado titular. "É um jogo difícil, mas nao é impossível sairmos com uma vitória de lá. Desde que cheguei na Portuguesa ganhamos uma e perdemos outra. Amanha (quarta) é o tira-teima." Assim como fez no Campeonato Paulista, Zagallo volta a se mostrar preocupado com a arbitragem. "Espero que o mesmo critério seja utilizado para os dois times."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;