Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

O design faz a diferença


Anelisa Lopes
Do Diário do Grande ABC

04/07/2007 | 07:04


Em inglês, a palavra exquisite define tudo que possui uma bela aparência ou profunda sensibilidade, assim como acontece em outros idiomas, como francês (exquise) ou espanhol (exquisitez).

Por aqui, a conotação desta palavra não é tão positiva como lá fora, mas, para algumas montadoras, a designação pode ser o diferencial de um projeto automotivo.

Chrysler PT Cruiser Cabriolet Touring, Volkswagen New Beetle, Citroën C4, Volvo C30, Smart ForTwo e até mesmo o Ford Ka (bem inusitado para a época do lançamento, em 1997) fazem parte do time de “esquisitos” do mercado.

Alguns podem até ser considerados ícones, como o VW New Beetle, mas, diante destes modelos, o comentário mais escutado é um “acho bonito, mas não compraria”. O que leva, então, um consumidor a optar por um veículo tão singular?

De acordo com Emilio Paganoni, responsável pelo desenvolvimento de produto da Chrysler, o PT Cruiser é o tipo de carro que cativa pessoas que gostam de um estilo diferente, sobretudo homens.

“O modelo tem o apelo interior também. É confortável e traz um bom nível de equipamentos de série pelo preço. Além disso, tem a flexibilidade de uma minivan.”

O PT Cruiser, ou Personal Transportation Cruise, é o resultado de um concurso de design promovido pela Chrysler no fim da década de 90 nos Estados Unidos.

A idéia era desenhar um carro pequeno fora dos padrões da época. O ganhador, um norte-americano, teve sua criação inspirada em antigos e hot rods (veículos modificados que receberam motorização mais potente), com uma pitada de estilo gângster.

Há três versões disponíveis para o PT Cruiser: Classic, a partir de R$ 68.900, Limited, por R$ 79.900 e Cabriolet Touring, que custa R$ 94.900. São equipadas com motor de 143 cv de potência e câmbio automático.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;