Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Avape oferece 60 vagas em São Bernardo


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

19/10/2008 | 07:14


A Avape (Associação para Valorização e Promoção de Excepcionais), instituição filantrópica beneficente de assistência social, tem 60 vagas de operador de telemarketing para atuar em São Bernardo.

Os interessados devem ter Ensino Médio completo, ou em curso. O salário será combinado diretamente com a empresa. Mas entre os benefícios estão vale transporte, assistência médica, kit lanche e capacitação em telemarketing.

O horário de trabalho é de seis horas diárias, de segunda-feira a sábado.

Os interessados devem enviar currículo para o e-mail gilmara.castro@avape.org.br ou entrar em contato pelo telefone 4426-4066.

Histórico - A Avape é reconhecida pelo trabalho nas áreas de prevenção, diagnóstico e reabilitação clínica e profissional das pessoas com todos os tipos de deficiência, do recém-nascido ao idoso.

Além disso, promove a qualificação e inserção no mercado de trabalho.

O último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), aponta que no Brasil 14,5% da população possui algum tipo de deficiência, ou seja, cerca de 27 milhões de pessoas.

O mesmo estudo apontou que, deste número, apenas nove milhões são atuantes.

Programa - A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Serasa formalizaram parceria para o Programa de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência.

O projeto é uma experiência, passível de ser apoiada por outras empresas em todo o Estado de São Paulo.

A proposta prevê, ainda neste semestre, a qualificação de 107 pessoas com deficiência, com o objetivo de viabilizar sua contratação junto a essas empresas parceiras. Até fevereiro de 2009, esse grupo, já selecionado, receberá 415 horas de treinamento distribuídas em 3 módulos.

Os critérios para seleção deste primeiro grupo foram apresentar deficiência física, visual ou auditiva, ser maior de 16 anos, estar cursando ou ter concluído o ensino médio ou ser universitário. Além disso, é necessário apresentar potencial, avaliado pela facilidade de aprendizagem, grau de independência e autonomia e auto-estima elevada.

Durante a qualificação, as pessoas com deficiência recebem uma bolsa-auxílio de R$ 415,00, mais auxílio alimentação de R$ 176,00 e auxílio transporte de R$ 109,00. As inscrições para o próximo módulo acontecem em janeiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;