Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Baldeação gratuita tem início neste sábado


Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

02/10/2004 | 10:40


A baldeação gratuita nas plataformas D e E do Terminal Santo André/Oeste do corredor metropolitano de trólebus São Mateus-Jabaquara estava prevista para ter início às 4h deste sábado. Até então, a troca de ônibus só era permitida no Terminal São Bernardo. A nova opção de interligação, sem pagamento de passagem para o usuário que vem de São Mateus, sentido Diadema ou Piraporinha, está centrada nas linhas 286 (Santo André Leste/Ferrazópolis), 287 (Santo André Oeste/Diadema) e 287-P (Santo André Oeste/Piraporinha).

Entre 6 e 8 mil usuários - do total de 48 mil que utilizam as três linhas - devem ser beneficiados com a baldeação no Terminal Oeste de Santo André, segundo previsão do analista de planejamento operacional Paulo Tito Siqueira, da concessionária Metra, operadora do corredor há sete anos. A mudança deve redistribuir os passageiros e a frota de ônibus.

Porém, o principal objetivo é desafogar os terminais de São Bernardo, Diadema e Piraporinha. Juntos, os terminais reúnem diariamente cerca de 75 mil pessoas. "O Terminal São Bernardo é pequeno e não está comportando o fluxo. A transferência gratuita (baldeação) em Santo André deve solucionar o problema. Outra vantagem é que diminuirá o tempo de viagem", explicou Gecival Holanda, um dos supervisores do Terminal Santo André e funcionário da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

Os pontos finais das linhas 287 e 287-P foram transferidos para a plataforma E do Terminal Oeste - até esta sexta elas estavam na plataforma A do Terminal Leste. Agora, os passageiros fazem a baldeação gratuita nas plataformas D e E pelas catracas instaladas no túnel do Terminal Santo André. Já a linha 286, com destino a Ferrazópolis, saiu da plataforma E do Terminal Oeste para a A do Leste.

Nesta sexta à tarde, Saulo Roberto dos Santos Nascimento, 21 anos, agente de fiscalização da Metra, entregava panfletos de orientação aos passageiros do sistema. "A maioria das pessoas está com medo da mudança", afirmou. Funcionários da empresa faziam a troca dos pontos finais dos trólebus. O corredor metropolitano passa por Santo André, São Bernardo, Diadema e Mauá.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;