Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 15 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras perde para o Coritiba


Do Diário do Grande ABC

28/10/1999 | 00:16


Em jogo dramático, o Coritiba venceu o Palmeiras, de virada, por 2 a 1, nesta quarta, em Curitiba. O resultado complica a situaçao da equipe paulista no Brasileiro, que, com 27 pontos em 18 jogos caiu para a 11.ª colocaçao. O time paranense aumentou suas chances de classificaçao: subiu para a nona posiçao com 28 pontos em 19 jogos. O jogo era decisivo para as equipes; por isso tanto o Coritiba como o Palmeiras foram cautelosos. Quase nao ocorreram jogadas de ataque no primeiro tempo.

O Palmeiras fez 1 a 0 aos 24 minutos, gol de Zinho na cobrança de falta. O meia chutou, a bola bateu em Leonardo, que estava na barreira, e enganou o goleiro Gilberto. Aos 29, Alex desperdiçou a oportunidade para aumentar a vantagem. Após uma jogada rápida, Evair fez o passe para Edmílson, que deixou a bola para Alex. O meia chutou em cima de Gilberto, que desviou a bola para escanteio.

Aos 34 minutos, Arce derrubou Cléber na área. O juiz pernambucano Wilson de Souza Mendonça corretamente marcou o pênalti. Cléber chutou e fez. No primeiro tempo, o Palmeiras marcou dois gols em posiçao de impedimento com Edmílson e Evair, também bem anulados pelo juiz. O segundo tempo foi disputado num ritmo mais veloz. Aos 6 minutos, o Coritiba quase marcou: Darci, livre de marcaçao na área, chutou, mas Marcos fez uma grande defesa. Aos 12 minutos, Evair fez outro gol em posiçao de impedimento, anulado pelo juiz. Mas aos 20, o Coritiba virou o resultado, com Darci. O lateral Reginaldo Araújo ganhou de Júnior pela direita e cruzou para o meia, que, dentro da área, chutou para o gol.

O Palmeiras reclamou com o juiz de uma falta sobre Evair, que ele nao marcou antes do lance que deu origem ao gol do time paranaense. No fim do jogo, os atletas do Palmeiras reclamaram do juiz Wilson de Souza Mendonça. "Ele nos prejudicou e disse durante a partida que nao iria marcar falta sobre Evair", reagiu Zinho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras perde para o Coritiba

Do Diário do Grande ABC

28/10/1999 | 00:16


Em jogo dramático, o Coritiba venceu o Palmeiras, de virada, por 2 a 1, nesta quarta, em Curitiba. O resultado complica a situaçao da equipe paulista no Brasileiro, que, com 27 pontos em 18 jogos caiu para a 11.ª colocaçao. O time paranense aumentou suas chances de classificaçao: subiu para a nona posiçao com 28 pontos em 19 jogos. O jogo era decisivo para as equipes; por isso tanto o Coritiba como o Palmeiras foram cautelosos. Quase nao ocorreram jogadas de ataque no primeiro tempo.

O Palmeiras fez 1 a 0 aos 24 minutos, gol de Zinho na cobrança de falta. O meia chutou, a bola bateu em Leonardo, que estava na barreira, e enganou o goleiro Gilberto. Aos 29, Alex desperdiçou a oportunidade para aumentar a vantagem. Após uma jogada rápida, Evair fez o passe para Edmílson, que deixou a bola para Alex. O meia chutou em cima de Gilberto, que desviou a bola para escanteio.

Aos 34 minutos, Arce derrubou Cléber na área. O juiz pernambucano Wilson de Souza Mendonça corretamente marcou o pênalti. Cléber chutou e fez. No primeiro tempo, o Palmeiras marcou dois gols em posiçao de impedimento com Edmílson e Evair, também bem anulados pelo juiz. O segundo tempo foi disputado num ritmo mais veloz. Aos 6 minutos, o Coritiba quase marcou: Darci, livre de marcaçao na área, chutou, mas Marcos fez uma grande defesa. Aos 12 minutos, Evair fez outro gol em posiçao de impedimento, anulado pelo juiz. Mas aos 20, o Coritiba virou o resultado, com Darci. O lateral Reginaldo Araújo ganhou de Júnior pela direita e cruzou para o meia, que, dentro da área, chutou para o gol.

O Palmeiras reclamou com o juiz de uma falta sobre Evair, que ele nao marcou antes do lance que deu origem ao gol do time paranaense. No fim do jogo, os atletas do Palmeiras reclamaram do juiz Wilson de Souza Mendonça. "Ele nos prejudicou e disse durante a partida que nao iria marcar falta sobre Evair", reagiu Zinho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;