Fechar
Publicidade

Sábado, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogador é atingido por raio em jogo do Sao Paulo


Nelson Cilo
Especial para o Diário

28/10/1999 | 00:10


  Depois de mandar o caso Sandro Hiroshi para o Tribunal de Justiça da CBF, a bruxa voltou a tirar o sossego do Sao Paulo. Na segunda fase do jogo-treino desta quarta à tarde contra o Figueirense-SC, um raio que caiu nas imediaçoes do CT da Barra Funda levou a nocaute o meia Adriano, da equipe de Santa Catarina, que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro. Foi a segunda vez que um raio caiu no CT (em 1996, o preparador físico Altair Ramos foi atingido).

O forte impacto provocado pela descarga elétrica chegou a paralisar o lado esquerdo do corpo do jogador, que perdeu temporariamente o estado de consciência. Os médicos José Sanches (do Sao Paulo) e Marco Aurélio Cunha (diretor do Figueirense) o atenderam na hora e requisitaram a presença de uma viatura da PM para encaminhá-lo, ainda inerte e desfigurado, até os vestiários. Lá, Adriano recebeu os primeiros socorros.

"De repente, ele abriu os olhos, parecia muito assustado e perguntou o que é que havia acontecido", explicou Marco Aurélio Cunha. Segundo ele, Adriano nao corre risco de vida. "Felizmente, ele nao sofreu parada cardiorrespiratória". No entanto, o médico nao afasta a hipótese de possíveis seqüelas no futuro. "Faremos novos exames para avaliar o quadro clínico e psicológico do atleta", esclareceu o médico. Pelo telefone, o neurocirurgiao Mário Tarico ditou os procedimentos que ajudaram a salvar Adriano, 24 anos, ex-Seleçao Brasileira Juvenil e ex-futebol mexicano.

No instante em que o estrondo estremeceu as arquibancadas e as paredes do CT, a maioria dos jogadores das duas equipes saiu em disparada para socorrer Adriano. O técnico Paulo César Carpegiani interrompeu imediamente o treino. Num gesto de pânico, o supervisor Rubens Minelli colocou as maos na cabeça. Em seguida, um pouco mais calmo, Minelli citou um episódio semelhante - ocorrido em 82 nos tempos em que ele comandava o Palmeiras.

"A língua do Carlos Alberto Borges (meia) travou de tal maneira que o nosso médico (Naércio dos Santos) teve os dedos cortados no momento em que forçava para tirar a mao da boca dele. Uma cena horrível", lembrou.

Há três anos, um raio que também estourou no CT da Barra Funda - mas de proporçoes muito maiores que as desta quarta - quase matou o prepador-físico Altair Ramos. No comecinho do jogo-treino desta quarta, a bruxa deu o primeiro sinal de que poderia reaparecer no local: o veterano Denys, ex-lateral do Palmeiras, Sao Paulo e Corinthians, trombou com Fabiano, caiu e sofreu uma luxaçao no braço.

Fabiano, aliás, atuou como titular e deve compor o meio-campo diante do Paraná Clube, sábado, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. Se confirmar a mudança, Carpegiani deixará Raí e Souza - que disputam uma vaga no setor - no banco de reservas. Edmílson (dois) e França (dois) marcaram os gols dos 4 a 0 sobre o Figueirense.

Já o fisiologista Turíbio Leite divulgou os resultados dos testes de avaliaçao física. O meia-atacante Marcelinho mostrou o melhor desempenho na soma de todos os itens. Outros destaques, segundo Turíbio, foram França, Vagner, Fabiano e Edmílson.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogador é atingido por raio em jogo do Sao Paulo

Nelson Cilo
Especial para o Diário

28/10/1999 | 00:10


  Depois de mandar o caso Sandro Hiroshi para o Tribunal de Justiça da CBF, a bruxa voltou a tirar o sossego do Sao Paulo. Na segunda fase do jogo-treino desta quarta à tarde contra o Figueirense-SC, um raio que caiu nas imediaçoes do CT da Barra Funda levou a nocaute o meia Adriano, da equipe de Santa Catarina, que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro. Foi a segunda vez que um raio caiu no CT (em 1996, o preparador físico Altair Ramos foi atingido).

O forte impacto provocado pela descarga elétrica chegou a paralisar o lado esquerdo do corpo do jogador, que perdeu temporariamente o estado de consciência. Os médicos José Sanches (do Sao Paulo) e Marco Aurélio Cunha (diretor do Figueirense) o atenderam na hora e requisitaram a presença de uma viatura da PM para encaminhá-lo, ainda inerte e desfigurado, até os vestiários. Lá, Adriano recebeu os primeiros socorros.

"De repente, ele abriu os olhos, parecia muito assustado e perguntou o que é que havia acontecido", explicou Marco Aurélio Cunha. Segundo ele, Adriano nao corre risco de vida. "Felizmente, ele nao sofreu parada cardiorrespiratória". No entanto, o médico nao afasta a hipótese de possíveis seqüelas no futuro. "Faremos novos exames para avaliar o quadro clínico e psicológico do atleta", esclareceu o médico. Pelo telefone, o neurocirurgiao Mário Tarico ditou os procedimentos que ajudaram a salvar Adriano, 24 anos, ex-Seleçao Brasileira Juvenil e ex-futebol mexicano.

No instante em que o estrondo estremeceu as arquibancadas e as paredes do CT, a maioria dos jogadores das duas equipes saiu em disparada para socorrer Adriano. O técnico Paulo César Carpegiani interrompeu imediamente o treino. Num gesto de pânico, o supervisor Rubens Minelli colocou as maos na cabeça. Em seguida, um pouco mais calmo, Minelli citou um episódio semelhante - ocorrido em 82 nos tempos em que ele comandava o Palmeiras.

"A língua do Carlos Alberto Borges (meia) travou de tal maneira que o nosso médico (Naércio dos Santos) teve os dedos cortados no momento em que forçava para tirar a mao da boca dele. Uma cena horrível", lembrou.

Há três anos, um raio que também estourou no CT da Barra Funda - mas de proporçoes muito maiores que as desta quarta - quase matou o prepador-físico Altair Ramos. No comecinho do jogo-treino desta quarta, a bruxa deu o primeiro sinal de que poderia reaparecer no local: o veterano Denys, ex-lateral do Palmeiras, Sao Paulo e Corinthians, trombou com Fabiano, caiu e sofreu uma luxaçao no braço.

Fabiano, aliás, atuou como titular e deve compor o meio-campo diante do Paraná Clube, sábado, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. Se confirmar a mudança, Carpegiani deixará Raí e Souza - que disputam uma vaga no setor - no banco de reservas. Edmílson (dois) e França (dois) marcaram os gols dos 4 a 0 sobre o Figueirense.

Já o fisiologista Turíbio Leite divulgou os resultados dos testes de avaliaçao física. O meia-atacante Marcelinho mostrou o melhor desempenho na soma de todos os itens. Outros destaques, segundo Turíbio, foram França, Vagner, Fabiano e Edmílson.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;