Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Cresce participação de indústrias em feira do Ciesp


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

27/05/2010 | 07:00


Pequenas e microempresas da região tiveram ontem a oportunidade de se reunir para impulsionar suas vendas, na 4ª Feira de Negócios organizada pelas regionais do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) do Grande ABC. O evento, neste ano, cresceu tanto em número de expositores quanto em espaço.

 

Participaram com estandes 238 companhias e instituições. O número é 50% maior do que o registrado na edição anterior. E o local, o Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo, conta com cerca de 4.000 m² de área útil, quatro vezes maior do que o antigo Celex (Centro de Logística de Exportação), em São Paulo - que foi a sede da atividade em 2009.

 

O interesse em participar se explica, segundo o diretor titular do Ciesp de Santo André, Shotoku Yamamoto, pois "essa feira tem características diferentes das que acontecem normalmente, em que são expostos produtos. Essa é mais para negócios e a custo zero (os expositores não pagam nada para participar)", afirmou.

 

Outro dirigente, o empresário Donizete Duarte da Silva, que é vice-diretor do Ciesp de Diadema, assinala ainda que o evento abre a possibilidade de companhias da região se conhecerem e fecharem negócios entre si. "Estão expondo aqui algumas empresas que eu não sabia que existiam e que podem ser meus fornecedores", disse.

 

Entre os expositores, José Lázaro, diretor industrial da Fercol, se animou com o público no local. De acordo com os organizadores, 1.700 cadastros foram feitos para visitação à feira. "Estamos fazendo muitos contatos, que podem se tornar futuros clientes", afirmou. Sua empresa, sediada em Ribeirão Pires, faz usinagem de precisão, sobretudo para a área automotiva.

 

INDÚSTRIA - Grande parte dos participantes era do setor industrial, mas havia também expositores de outros segmentos, interessados em fechar parcerias ou fornecer produtos e serviços para as indústrias.

Uma delas era a Balitek, empresa de calibração de instrumentos de medição localizada em São Bernardo. Com laboratório reconhecido pelo Inmetro, a companhia calibra equipamentos para concessionárias, metalúrgicas e indústrias de outros ramos. "Falei com três empresas (que mostraram interesse nos serviços)", disse, animada, a vendedora Natali Leite dos Anjos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cresce participação de indústrias em feira do Ciesp

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

27/05/2010 | 07:00


Pequenas e microempresas da região tiveram ontem a oportunidade de se reunir para impulsionar suas vendas, na 4ª Feira de Negócios organizada pelas regionais do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) do Grande ABC. O evento, neste ano, cresceu tanto em número de expositores quanto em espaço.

 

Participaram com estandes 238 companhias e instituições. O número é 50% maior do que o registrado na edição anterior. E o local, o Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo, conta com cerca de 4.000 m² de área útil, quatro vezes maior do que o antigo Celex (Centro de Logística de Exportação), em São Paulo - que foi a sede da atividade em 2009.

 

O interesse em participar se explica, segundo o diretor titular do Ciesp de Santo André, Shotoku Yamamoto, pois "essa feira tem características diferentes das que acontecem normalmente, em que são expostos produtos. Essa é mais para negócios e a custo zero (os expositores não pagam nada para participar)", afirmou.

 

Outro dirigente, o empresário Donizete Duarte da Silva, que é vice-diretor do Ciesp de Diadema, assinala ainda que o evento abre a possibilidade de companhias da região se conhecerem e fecharem negócios entre si. "Estão expondo aqui algumas empresas que eu não sabia que existiam e que podem ser meus fornecedores", disse.

 

Entre os expositores, José Lázaro, diretor industrial da Fercol, se animou com o público no local. De acordo com os organizadores, 1.700 cadastros foram feitos para visitação à feira. "Estamos fazendo muitos contatos, que podem se tornar futuros clientes", afirmou. Sua empresa, sediada em Ribeirão Pires, faz usinagem de precisão, sobretudo para a área automotiva.

 

INDÚSTRIA - Grande parte dos participantes era do setor industrial, mas havia também expositores de outros segmentos, interessados em fechar parcerias ou fornecer produtos e serviços para as indústrias.

Uma delas era a Balitek, empresa de calibração de instrumentos de medição localizada em São Bernardo. Com laboratório reconhecido pelo Inmetro, a companhia calibra equipamentos para concessionárias, metalúrgicas e indústrias de outros ramos. "Falei com três empresas (que mostraram interesse nos serviços)", disse, animada, a vendedora Natali Leite dos Anjos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;