Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogadores negam problemas de relacionamento no grupo


André Battistini
Especial para o Diário

16/06/2009 | 07:00


Após seguidas manifestações de protesto no elenco, o São Paulo entra em uma semana decisiva com um ambiente conturbado. Porém os jogadores do São Paulo tentam tranquilizar a torcida e negam haver problemas de relacionamento no grupo, afirmando que o clube está focado na partida de quinta-feira contra o Cruzeiro pela Libertadores.

No empate por 1 a 1 contra o Santo André no sábado, dois atacantes mostraram indignação. Primeiro foi André Lima, que chutou a bandeirinha e quebrou uma placa de publicidade após ver que não ia entrar na partida. Depois Dagoberto, que fez duras criticas, afirmando que a equipe é previsível e sem criatividade.

"O Dagoberto falou aquelas coisas no calor do jogo. Ele não gosta de perder e isso é natural. Já o André pediu desculpas para o grupo", declarou o capitão André Dias.

Já o atacante Washington, que ficou visivelmente indignado ao ser substituído aos cinco minutos do segundo tempo na partida contra o Avaí, acredita que as reclamações acontecem em razão dos atletas estarem querendo o melhor para o clube. "Não tem clima pesado aqui. O time está focado no jogo de quinta e ninguém quer atrapalhar. É a semana mais importante do ano para nós".

Mesmo com a equipe não vivendo um bom momento, a torcida do Tricolor está confiante. Até a tarde de ontem, cerca de 39 mil ingressos foram vendidos. As arquibancadas estão quase esgotadas, estando apenas entradas no setor amarelo, destinadas para sócios-torcedores, e para o carnê do Brasileirão, que garante entrada nos jogos da Libertadores. Há ingressos para os demais setores.

(Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogadores negam problemas de relacionamento no grupo

André Battistini
Especial para o Diário

16/06/2009 | 07:00


Após seguidas manifestações de protesto no elenco, o São Paulo entra em uma semana decisiva com um ambiente conturbado. Porém os jogadores do São Paulo tentam tranquilizar a torcida e negam haver problemas de relacionamento no grupo, afirmando que o clube está focado na partida de quinta-feira contra o Cruzeiro pela Libertadores.

No empate por 1 a 1 contra o Santo André no sábado, dois atacantes mostraram indignação. Primeiro foi André Lima, que chutou a bandeirinha e quebrou uma placa de publicidade após ver que não ia entrar na partida. Depois Dagoberto, que fez duras criticas, afirmando que a equipe é previsível e sem criatividade.

"O Dagoberto falou aquelas coisas no calor do jogo. Ele não gosta de perder e isso é natural. Já o André pediu desculpas para o grupo", declarou o capitão André Dias.

Já o atacante Washington, que ficou visivelmente indignado ao ser substituído aos cinco minutos do segundo tempo na partida contra o Avaí, acredita que as reclamações acontecem em razão dos atletas estarem querendo o melhor para o clube. "Não tem clima pesado aqui. O time está focado no jogo de quinta e ninguém quer atrapalhar. É a semana mais importante do ano para nós".

Mesmo com a equipe não vivendo um bom momento, a torcida do Tricolor está confiante. Até a tarde de ontem, cerca de 39 mil ingressos foram vendidos. As arquibancadas estão quase esgotadas, estando apenas entradas no setor amarelo, destinadas para sócios-torcedores, e para o carnê do Brasileirão, que garante entrada nos jogos da Libertadores. Há ingressos para os demais setores.

(Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;