Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trabalhadores da saúde fazem manifestação hoje


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

27/05/2009 | 07:00


A partir de hoje, o Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores em Saúde) do Grande ABC, prometem realizar várias manifestações em hospitais da região para promover campanha de reajuste salarial.

Os cerca de 17 mil trabalhadores da área de saúde do Grande ABC reivindicam aumento de 12%. "Nosso primeiro movimento, a partir das 6h30 - em parceria com a CUT (Central Única dos Trabalhadores) regional -, será em frente ao Centro Médico Santa Helena, em São Bernardo", definiu a secretaria geral do sindicato, Renata Silvia Soares Fagundes.

"O objetivo é pressionar pela negociação com o Sindhosp, sindicato patronal que representa os donos de hospitais da rede privada. O hospital foi escolhido por ter tem representantes na comissão negocial do Sindhosp", justificou a secretária-geral.

Cerca de 700 trabalhadores atuam no Centro Médico Santa Helena. "Como será a primeira manifestação, esperamos trabalhadores que queiram se juntar a nós. A manifestação deve durar até 8h para não atrapalhar os atendimentos médicos", definiu Renata.

Nesta campanha salarial os trabalhadores da saúde do Grande ABC reivindicam o reajuste de 12%, que deve contemplar a inflação do período mais aumento real. Apesar de outros segmentos do setor já terem firmado acordo - como o Sinpavet, das clínicas veterinárias, que repassou reajuste de 8% - o Sindhosp continua sem apresentar contraproposta que agrade os trabalhadores.

A rodada de negociações que seria realizada esta semana foi cancelada pelos representantes dos hospitais. "Estamos dispostos ao diálogo e à negociação, sempre. O que não podemos é aceitar a indiferença e o desrespeito", apontou a diretora do Sindsaúde ABC Lucimar Moda.

Uma assembleia para discutir os desdobramentos da manifestação e os rumos da campanha salarial está marcada para amanhã.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trabalhadores da saúde fazem manifestação hoje

Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

27/05/2009 | 07:00


A partir de hoje, o Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores em Saúde) do Grande ABC, prometem realizar várias manifestações em hospitais da região para promover campanha de reajuste salarial.

Os cerca de 17 mil trabalhadores da área de saúde do Grande ABC reivindicam aumento de 12%. "Nosso primeiro movimento, a partir das 6h30 - em parceria com a CUT (Central Única dos Trabalhadores) regional -, será em frente ao Centro Médico Santa Helena, em São Bernardo", definiu a secretaria geral do sindicato, Renata Silvia Soares Fagundes.

"O objetivo é pressionar pela negociação com o Sindhosp, sindicato patronal que representa os donos de hospitais da rede privada. O hospital foi escolhido por ter tem representantes na comissão negocial do Sindhosp", justificou a secretária-geral.

Cerca de 700 trabalhadores atuam no Centro Médico Santa Helena. "Como será a primeira manifestação, esperamos trabalhadores que queiram se juntar a nós. A manifestação deve durar até 8h para não atrapalhar os atendimentos médicos", definiu Renata.

Nesta campanha salarial os trabalhadores da saúde do Grande ABC reivindicam o reajuste de 12%, que deve contemplar a inflação do período mais aumento real. Apesar de outros segmentos do setor já terem firmado acordo - como o Sinpavet, das clínicas veterinárias, que repassou reajuste de 8% - o Sindhosp continua sem apresentar contraproposta que agrade os trabalhadores.

A rodada de negociações que seria realizada esta semana foi cancelada pelos representantes dos hospitais. "Estamos dispostos ao diálogo e à negociação, sempre. O que não podemos é aceitar a indiferença e o desrespeito", apontou a diretora do Sindsaúde ABC Lucimar Moda.

Uma assembleia para discutir os desdobramentos da manifestação e os rumos da campanha salarial está marcada para amanhã.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;