Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Novo fôlego para o Museu de Arte Popular em Diadema

Espaço recebe verba de R$ 120 mil para aquisição de obras, modernização do espaço e compra de materiais


Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

27/05/2009 | 07:00


O MinC (Ministério da Cultura) destinará R$ 120 mil para a promoção de seminários, aquisição de equipamentos e ampliação do acervo do MAP (Museu de Arte Popular) em Diadema. Elaborada pela equipe técnica do espaço cultural, a proposta de melhorias estruturais foi selecionada entre os inscritos no edital de modernização dos museus, publicado pelo governo federal. A contrapartida da Prefeitura será de R$ 30 mil.

Em todo o País, o MinC avaliou 347 propostas e selecionou 19 delas. Além do MAP, apenas o Museu Exploratório de Ciências da Unicamp, em Campinas, foi contemplado no Estado.

Instituições renomadas como o MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo) e a Pinacoteca do Estado participaram do processo, mas não foram selecionadas.

Os projetos aprovados passaram pelo crivo da Comissão Especial de Avaliação e receberão incentivos durante o ano que vão de R$ 100 mil a R$ 200 mil. Composta por profissionais do setor, a comissão reuniu-se entre 13 e 17 de abril, em Brasília.

Na ocasião, foram avaliados critérios como clareza da justificativa e viabilidade dos custos. Ainda não há data definida para o envio dos recursos para Diadema, que já enviou os documentos solicitados pelo MinC para firmar o convênio.

"Acredito que, assim que eles aceitarem nossa documentação, enviarão a verba para a gente", afirma a secretária de Cultura Maria Regina Ponce. Para ela, a iniciativa facilitará o acesso dos munícipes às manifestações artísticas populares.

ESTRUTURA - A proposta para o MAP, único museu do gênero na região, inclui adaptações na iluminação e compra de materiais para exposições, como mesas, cubos e caixas de vidro.

"Solicitamos também painéis para a circulação de parte do acervo na comunidade, em bairros, fábricas e escolas. Pedimos a confecção de um trainel (espécie de armário em que são guardadas as obras) para a reserva técnica", explica o agente cultural José Aparecido Krichinak.

O acervo deverá ser ampliado com obras sugeridas pela equipe técnica do MAP, produzidas por artistas plásticos referenciais, entre eles Maria Auxiliadora e Heitor dos Prazeres.

"Indicamos também a realização de seminários de arte popular. Estão previstos três no período de vigência do projeto, que é de um ano", destaca o agente cultural.

Inaugurado em outubro de 2007, o MAP já recebeu 15 exposições e cerca de 12 mil visitantes. Atualmente, o acervo é composto por 450 obras (200 estão em exposição), de artistas como o pintor Waldomiro de Deus e o xilogravurista Jerônimo Soares.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novo fôlego para o Museu de Arte Popular em Diadema

Espaço recebe verba de R$ 120 mil para aquisição de obras, modernização do espaço e compra de materiais

Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

27/05/2009 | 07:00


O MinC (Ministério da Cultura) destinará R$ 120 mil para a promoção de seminários, aquisição de equipamentos e ampliação do acervo do MAP (Museu de Arte Popular) em Diadema. Elaborada pela equipe técnica do espaço cultural, a proposta de melhorias estruturais foi selecionada entre os inscritos no edital de modernização dos museus, publicado pelo governo federal. A contrapartida da Prefeitura será de R$ 30 mil.

Em todo o País, o MinC avaliou 347 propostas e selecionou 19 delas. Além do MAP, apenas o Museu Exploratório de Ciências da Unicamp, em Campinas, foi contemplado no Estado.

Instituições renomadas como o MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo) e a Pinacoteca do Estado participaram do processo, mas não foram selecionadas.

Os projetos aprovados passaram pelo crivo da Comissão Especial de Avaliação e receberão incentivos durante o ano que vão de R$ 100 mil a R$ 200 mil. Composta por profissionais do setor, a comissão reuniu-se entre 13 e 17 de abril, em Brasília.

Na ocasião, foram avaliados critérios como clareza da justificativa e viabilidade dos custos. Ainda não há data definida para o envio dos recursos para Diadema, que já enviou os documentos solicitados pelo MinC para firmar o convênio.

"Acredito que, assim que eles aceitarem nossa documentação, enviarão a verba para a gente", afirma a secretária de Cultura Maria Regina Ponce. Para ela, a iniciativa facilitará o acesso dos munícipes às manifestações artísticas populares.

ESTRUTURA - A proposta para o MAP, único museu do gênero na região, inclui adaptações na iluminação e compra de materiais para exposições, como mesas, cubos e caixas de vidro.

"Solicitamos também painéis para a circulação de parte do acervo na comunidade, em bairros, fábricas e escolas. Pedimos a confecção de um trainel (espécie de armário em que são guardadas as obras) para a reserva técnica", explica o agente cultural José Aparecido Krichinak.

O acervo deverá ser ampliado com obras sugeridas pela equipe técnica do MAP, produzidas por artistas plásticos referenciais, entre eles Maria Auxiliadora e Heitor dos Prazeres.

"Indicamos também a realização de seminários de arte popular. Estão previstos três no período de vigência do projeto, que é de um ano", destaca o agente cultural.

Inaugurado em outubro de 2007, o MAP já recebeu 15 exposições e cerca de 12 mil visitantes. Atualmente, o acervo é composto por 450 obras (200 estão em exposição), de artistas como o pintor Waldomiro de Deus e o xilogravurista Jerônimo Soares.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;