Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Funcionários da Orbital, de S.Caetano, cruzam os braços


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

02/03/2013 | 07:23


Os cerca de 300 funcionários da processadora de cartões Orbital, que pertence ao grupo Stefanini, paralisaram suas atividades ontem, devido à informação passada pela empresa, a seus empregados, que estes não receberiam o PPR (Plano de Participação nos Resultados) neste ano.

Após manifestação dentro do Centro Comercial e Empresarial de São Caetano, no Centro do município, onde a Orbital tem sede, representantes do SEAAC (Sindicato dos Empregados em Escritórios de Contabilidade, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e Agentes Autônomos do Comércio do Grande ABC) se reuniram com a direção da companhia para discutir a questão. Se não chegarem a um entendimento na próxima semana, deve ser decretada greve.

Segundo o Diário apurou, a alegação da empresa era de que não teve lucro, por isso não pagaria o PPR. Porém, funcionários afirmam que metas de resultados estabelecidas, que eram critério para o recebimento dos valores, foram cumpridas. No ano passado, a processadora de cartões teria pago três salários adicionais de participação. Procurada pela equipe de reportagem, a companhia não retornou as ligações nem fez comentários sobre a falta de pagamento do benefício. (Colaborou Tauana Marin)

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Funcionários da Orbital, de S.Caetano, cruzam os braços

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

02/03/2013 | 07:23


Os cerca de 300 funcionários da processadora de cartões Orbital, que pertence ao grupo Stefanini, paralisaram suas atividades ontem, devido à informação passada pela empresa, a seus empregados, que estes não receberiam o PPR (Plano de Participação nos Resultados) neste ano.

Após manifestação dentro do Centro Comercial e Empresarial de São Caetano, no Centro do município, onde a Orbital tem sede, representantes do SEAAC (Sindicato dos Empregados em Escritórios de Contabilidade, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e Agentes Autônomos do Comércio do Grande ABC) se reuniram com a direção da companhia para discutir a questão. Se não chegarem a um entendimento na próxima semana, deve ser decretada greve.

Segundo o Diário apurou, a alegação da empresa era de que não teve lucro, por isso não pagaria o PPR. Porém, funcionários afirmam que metas de resultados estabelecidas, que eram critério para o recebimento dos valores, foram cumpridas. No ano passado, a processadora de cartões teria pago três salários adicionais de participação. Procurada pela equipe de reportagem, a companhia não retornou as ligações nem fez comentários sobre a falta de pagamento do benefício. (Colaborou Tauana Marin)

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;