Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Viagem à Liberdade por meio de fotos



27/05/2008 | 07:05


O Museu da Casa Brasileira, da Secretaria de Estado da Cultura, abre hoje a exposição Viagem à Liberdade: em busca da alma japonesa de um bairro e lança o livro homônimo com imagens do cotidiano do bairro paulistano em ensaio fotográfico de Marcio Scavone.

Com esta mostra de 40 imagens, o MCB se integra às comemorações oficiais do centenário da imigração japonesa. "Transformo o bairro oriental de São Paulo numa metáfora da busca pela familiaridade numa terra estranha", diz Scavone. "Até mesmo os personagens do bairro que povoam a exposição e o livro assumem uma atitude atemporal, como se fizessem parte de um álbum de retratos congelado no tempo e no espaço."

A exposição nos remete a uma antropologia urbana pelo olhar poético e delicado sobre os espaços tradicionais do bairro da Liberdade, através da presença marcante de seus habitantes. Uma mirada imaterial em busca do espírito japonês, encontrado no já ‘envelhecido' bairro, revelando memórias, afetos e lembranças de um passado substituído pelo novo território, o da própria Liberdade.

O ensaio de Marcio Scavone assinala a passagem do tempo em quarteirões, vielas, corredores, galerias, balcões de bar cheirando saquê e cerveja, templos silenciosos, e lojinhas de estranhos objetos eletrônicos. Uma curiosidade de seu trabalho, realizado ao longo de 100 dias, é que boa parte de suas fotos foi feita antes da Lei Cidade Limpa.

Assim, conseguiu registrar grande parte dos cartazes, placas e textos que sempre fizeram parte da paisagem tradicional da Liberdade e que foram retirados. As fotografias presentes na exposição e no livro trazem o passado e o presente de um bairro significativo na construção da identidade paulistana.

O talento do fotógrafo Marcio Scavone transforma a mostra numa viagem ao bairro da Liberdade, como seu título sugere. Uma viagem a sua cultura, seus objetos, sua arquitetura e, acima de tudo, seus rostos que fazem parte desse bairro vivo e pulsante. Mais informações pelo telefone 3032-3727. A visitação é de terça a domingo, das 10h às 18h, até 6 de julho. Ingresso custam R$ 4. Estudantes: R$ 2; no domingo é gratuito. Há acesso a portadores de deficiência física.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Viagem à Liberdade por meio de fotos


27/05/2008 | 07:05


O Museu da Casa Brasileira, da Secretaria de Estado da Cultura, abre hoje a exposição Viagem à Liberdade: em busca da alma japonesa de um bairro e lança o livro homônimo com imagens do cotidiano do bairro paulistano em ensaio fotográfico de Marcio Scavone.

Com esta mostra de 40 imagens, o MCB se integra às comemorações oficiais do centenário da imigração japonesa. "Transformo o bairro oriental de São Paulo numa metáfora da busca pela familiaridade numa terra estranha", diz Scavone. "Até mesmo os personagens do bairro que povoam a exposição e o livro assumem uma atitude atemporal, como se fizessem parte de um álbum de retratos congelado no tempo e no espaço."

A exposição nos remete a uma antropologia urbana pelo olhar poético e delicado sobre os espaços tradicionais do bairro da Liberdade, através da presença marcante de seus habitantes. Uma mirada imaterial em busca do espírito japonês, encontrado no já ‘envelhecido' bairro, revelando memórias, afetos e lembranças de um passado substituído pelo novo território, o da própria Liberdade.

O ensaio de Marcio Scavone assinala a passagem do tempo em quarteirões, vielas, corredores, galerias, balcões de bar cheirando saquê e cerveja, templos silenciosos, e lojinhas de estranhos objetos eletrônicos. Uma curiosidade de seu trabalho, realizado ao longo de 100 dias, é que boa parte de suas fotos foi feita antes da Lei Cidade Limpa.

Assim, conseguiu registrar grande parte dos cartazes, placas e textos que sempre fizeram parte da paisagem tradicional da Liberdade e que foram retirados. As fotografias presentes na exposição e no livro trazem o passado e o presente de um bairro significativo na construção da identidade paulistana.

O talento do fotógrafo Marcio Scavone transforma a mostra numa viagem ao bairro da Liberdade, como seu título sugere. Uma viagem a sua cultura, seus objetos, sua arquitetura e, acima de tudo, seus rostos que fazem parte desse bairro vivo e pulsante. Mais informações pelo telefone 3032-3727. A visitação é de terça a domingo, das 10h às 18h, até 6 de julho. Ingresso custam R$ 4. Estudantes: R$ 2; no domingo é gratuito. Há acesso a portadores de deficiência física.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;