Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pela Squadra Azzurri

A chegada de 28 famílias italianas ao núcleo colonial em 28 de julho de 1877 é considerada o início da cidade de São Caetano, que comemora sua fundação nessa data


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

14/06/2013 | 00:09


A chegada de 28 famílias italianas ao núcleo colonial em 28 de julho de 1877 é considerada o início da cidade de São Caetano, que comemora sua fundação nessa data. Ainda hoje há grande número de imigrantes do País da Bota no município. São corriqueiros na cidade sobrenomes como Rossi, D’Agostini, Fiorotti, Martorelli, Pessotti, Garbelotto, Braido, Moretti, Bortolini, dentre outros. A ligação entre o município e a Itália ficou ainda mais fortalecida com a declaração de três cidades-irmãs: Iglesias, Vittorio Veneto e Thiene. Além de diplomacia e respeito, a relação entre os municípios engloba intercâmbio cultural e educacional entre si, atividades que foram exploradas principalmente na década de 1990 e nos últimos anos ficaram paradas. Pegando carona na história, o prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) torce para que a seleção italiana de futebol jogue alguma partida da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo, para se instalar em São Caetano, que concorre para ser uma das subsedes do torneio. A delegação da Squadra Azzurri visitou a cidade e gostou do que viu. Principalmente da proximidade do hotel, no bairro Barcelona, com o Estádio Anacleto Campanella, no bairro Olímpico, que passará por melhorias. China foi outro país que esteve em solo são-caetanense, mas já foi desclassificada e não disputará o Mundial de 2014. Para o peemedebista, se a Itália ficar alguns dias em São Caetano, há torcida garantida porque a população vai receber o time de braços abertos. “Vão estar em casa”, garante Pinheiro. Mas se o jogo for contra o Brasil, a história pode mudar.


Lado a lado
Em evento do vereador José Ferreira, ontem, na sede do PT de São Bernardo, Braz Marinho e Luiz Silvério ficaram lado a lado. Eles disputarão o PED (Processo de Eleição Direta) para o comando do partido em raias opostas, em novembro. Por enquanto, tudo traquilo. Daqui a pouco...

Cuidado com elas
O prefeito Carlos Grana (PT) e sua equipe de governo recebem hoje de manhã 20 crianças da rede municipal de ensinos Infantil e Fundamental de Santo André. Os estudantes fazem parte do PPA Criança e apresentarão reivindicações. Depois os alunos vão para a Câmara se encontrar com os vereadores para falar sobre as condições de suas escolas. Políticos, cuidado: as crianças costumam ser supersinceras.

Daqui ou de lá?
Em audiência com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), na quarta-feira, o deputado federal Wiliam Dib (PSDB) defendeu que o Brasil tem médicos suficientes para atender a população e, dessa forma, não precisa buscar profissionais em Cuba e na Europa. Para o tucano, o governo federal não paga dignamente os médicos e não oferece instalações, equipamentos, remédios e quadros auxiliares de Saúde para que as unidades funcionem adequadamente.

Fim da taxa
A Assembleia Legislativa aprovou na sessão de quarta-feira projeto de lei da deputada Regina Gonçalves (PV) que proíbe, no Estado, cobrança da taxa de 10% de serviços pelo sistema de compras coletivas na internet, nas quais os consumidores adquirem cupons (os chamados vouchers) com descontos atrativos. Tornou-se comum os estabelecimentos cobrarem a taxa de serviço de 10%, que é facultativa, não sobre o valor apresentado no site, mas sobre o valor cheio ou original, sobre o qual, em tese, incidiu o desconto pela compra coletiva. “Os consumidores estão pagando a mais por serviços que não são obrigatórios”, diz a verde. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pela Squadra Azzurri

A chegada de 28 famílias italianas ao núcleo colonial em 28 de julho de 1877 é considerada o início da cidade de São Caetano, que comemora sua fundação nessa data

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

14/06/2013 | 00:09


A chegada de 28 famílias italianas ao núcleo colonial em 28 de julho de 1877 é considerada o início da cidade de São Caetano, que comemora sua fundação nessa data. Ainda hoje há grande número de imigrantes do País da Bota no município. São corriqueiros na cidade sobrenomes como Rossi, D’Agostini, Fiorotti, Martorelli, Pessotti, Garbelotto, Braido, Moretti, Bortolini, dentre outros. A ligação entre o município e a Itália ficou ainda mais fortalecida com a declaração de três cidades-irmãs: Iglesias, Vittorio Veneto e Thiene. Além de diplomacia e respeito, a relação entre os municípios engloba intercâmbio cultural e educacional entre si, atividades que foram exploradas principalmente na década de 1990 e nos últimos anos ficaram paradas. Pegando carona na história, o prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) torce para que a seleção italiana de futebol jogue alguma partida da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo, para se instalar em São Caetano, que concorre para ser uma das subsedes do torneio. A delegação da Squadra Azzurri visitou a cidade e gostou do que viu. Principalmente da proximidade do hotel, no bairro Barcelona, com o Estádio Anacleto Campanella, no bairro Olímpico, que passará por melhorias. China foi outro país que esteve em solo são-caetanense, mas já foi desclassificada e não disputará o Mundial de 2014. Para o peemedebista, se a Itália ficar alguns dias em São Caetano, há torcida garantida porque a população vai receber o time de braços abertos. “Vão estar em casa”, garante Pinheiro. Mas se o jogo for contra o Brasil, a história pode mudar.


Lado a lado
Em evento do vereador José Ferreira, ontem, na sede do PT de São Bernardo, Braz Marinho e Luiz Silvério ficaram lado a lado. Eles disputarão o PED (Processo de Eleição Direta) para o comando do partido em raias opostas, em novembro. Por enquanto, tudo traquilo. Daqui a pouco...

Cuidado com elas
O prefeito Carlos Grana (PT) e sua equipe de governo recebem hoje de manhã 20 crianças da rede municipal de ensinos Infantil e Fundamental de Santo André. Os estudantes fazem parte do PPA Criança e apresentarão reivindicações. Depois os alunos vão para a Câmara se encontrar com os vereadores para falar sobre as condições de suas escolas. Políticos, cuidado: as crianças costumam ser supersinceras.

Daqui ou de lá?
Em audiência com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), na quarta-feira, o deputado federal Wiliam Dib (PSDB) defendeu que o Brasil tem médicos suficientes para atender a população e, dessa forma, não precisa buscar profissionais em Cuba e na Europa. Para o tucano, o governo federal não paga dignamente os médicos e não oferece instalações, equipamentos, remédios e quadros auxiliares de Saúde para que as unidades funcionem adequadamente.

Fim da taxa
A Assembleia Legislativa aprovou na sessão de quarta-feira projeto de lei da deputada Regina Gonçalves (PV) que proíbe, no Estado, cobrança da taxa de 10% de serviços pelo sistema de compras coletivas na internet, nas quais os consumidores adquirem cupons (os chamados vouchers) com descontos atrativos. Tornou-se comum os estabelecimentos cobrarem a taxa de serviço de 10%, que é facultativa, não sobre o valor apresentado no site, mas sobre o valor cheio ou original, sobre o qual, em tese, incidiu o desconto pela compra coletiva. “Os consumidores estão pagando a mais por serviços que não são obrigatórios”, diz a verde. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;