Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Virada Cultural leva 15 mil
pessoas à Praça da Moça

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Diadema foi a única cidade da região a participar
do evento estadual; música e teatro fizeram sucesso


Vinícius Castelli Do Diário do Grande ABC

27/05/2013 | 07:07


A Virada Cultural Paulista 2013 se espalhou por 26 municípios do Estado neste fim de semana. No Grande ABC ela foi representada por Diadema, que recebeu cerca de 50 atrações, das 18h de sábado às 18h de ontem, em diversos pontos espalhados pela cidade. Segundo a Prefeitura, 15 mil pessoas passaram pela Praça da Moça, palco principal da festa.

O espaço recebeu no sábado atrações como a sambista Dona Ivone Lara. Nem o frio foi motivo para impedir as cerca de 900 pessoas que foram escutar a cantora de 92 anos desfilar canções como Sonho Meu, Acreditar e Tendência. Outra participante conhecida foi a banda de rock Raimundos, com Digão (voz e guitarra), Canisso (contrabaixo), Marquim (guitarra) e Caio (bateria).

Se no sábado a Virada Cultural Paulista em Diadema foi principalmente para adolescentes e adultos, a manhã de ontem começou com céu limpo e sol, e abriu lugar para que a criançada pudesse se divertir.

Às 11h, o palco do Teatro Clara Nunes recebeu a visita da República Ativa de Teatro. Com a peça O Cavalinho Azul, o grupo paulistano fundado em 2006 tirou de casa cerca de 400 pessoas. Oito atores tiraram sorriso das crianças e dos adultos que interagiram com a obra durante uma hora. A história narrada pelo personagem João de Deus, traz a tona a importância dos sonhos e das perdas na infância e conta da busca do garoto Vicente por seu cavalinho azul, vendido por seu pai.

Erick Buchalla, de Diadema, foi um dos que levou os filhos Melissa, 2 anos, e Sara, 4, para assistir ao espetáculo. “Valeu muito a pena ter vindo para cá. Ver peças de teatro é bom para o desenvolvimento cultural da criança e para o comportamento delas. Acho muito importante ter atividades assim na cidade”, disse.

Para Gilmar Aparecido, que acompanhava Alessandra Santos, e as crianças Maria Clara, 6, e Giovana Luiza, 10, todos de Diadema, foi ótimo ter saído de casa para absorver cultura logo pela manhã. “É mais do que importante participarmos disso. É fundamental, principalmente para a educação das crianças, para irem se acostumando com o teatro”, afirmou Aparecido.

Perto dali, na Praça Lauro Michels, as crianças presentes puderam se divertir com show de mágica, teatro, pintura e brincadeiras.

Suspeito morre após roubo no Centro

Natália Fernandjes

Um homem suspeito de assaltar grupo de pessoas no Centro de Diadema, durante a Virada Cultural, foi morto por policiais militares na madrugada de ontem. Roberto Pedro da Silva, 20 anos, estava acompanhado de um jovem de 17, que foi apreendido. Com a dupla, foi encontrado revólver calibre 38 que é produto de furto, uma arma de brinquedo, além de dois celulares das vítimas.

De acordo com informações fornecidas pela Polícia Civil, homens da Força Tática de Mauá realizavam patrulhamento de apoio próximo à Praça Lauro Michels quando avistaram situação suspeita na esquina das ruas Felipe Camarão e Rua Manoel da Nóbrega. Os dois homens estavam em uma moto preta abordando quatro pessoas.

Em seu relato à Polícia Civil, a equipe da Força Tática informou que, ao ver a aproximação dos militares, Roberto, que conduzia a moto, teria apontado uma arma em direção à viatura. Em resposta, os policiais efetuaram três disparos contra a dupla, que arrancou com o veículo e caiu cerca de 500 metros à frente.

Roberto foi baleado no lado direito do peito e chegou a ser socorrido por uma unidade de resgate ao Hospital Municipal de Diadema. Ele teve parada cardiorrespiratória e morreu em seguida. Ainda no hospital, a equipe médica localizou dois aparelhos celulares pertencentes às vítimas dentro da roupa do suspeito. A polícia não conseguiu identificar, entretanto, de qual das armas dos milicianos partiu o disparo que atingiu o rapaz.

O simulacro de arma utilizado pelos suspeitos foi localizado pela equipe policial atrás de uma árvore em uma praça mal iluminada, na continuação da Rua Felipe Camarão, que recebe o nome de Rua São Luis.

O adolescente foi apreendido sob suspeita de prática de grave ameaça à pessoa com violência e apresentado ao Ministério Público. Também ficaram em poder da Polícia para averiguação a motocicleta, as armas dos policiais e o revólver encontrado com os suspeitos. (Colaborou Bruna Gonçalves)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Virada Cultural leva 15 mil
pessoas à Praça da Moça

Diadema foi a única cidade da região a participar
do evento estadual; música e teatro fizeram sucesso

Vinícius Castelli Do Diário do Grande ABC

27/05/2013 | 07:07


A Virada Cultural Paulista 2013 se espalhou por 26 municípios do Estado neste fim de semana. No Grande ABC ela foi representada por Diadema, que recebeu cerca de 50 atrações, das 18h de sábado às 18h de ontem, em diversos pontos espalhados pela cidade. Segundo a Prefeitura, 15 mil pessoas passaram pela Praça da Moça, palco principal da festa.

O espaço recebeu no sábado atrações como a sambista Dona Ivone Lara. Nem o frio foi motivo para impedir as cerca de 900 pessoas que foram escutar a cantora de 92 anos desfilar canções como Sonho Meu, Acreditar e Tendência. Outra participante conhecida foi a banda de rock Raimundos, com Digão (voz e guitarra), Canisso (contrabaixo), Marquim (guitarra) e Caio (bateria).

Se no sábado a Virada Cultural Paulista em Diadema foi principalmente para adolescentes e adultos, a manhã de ontem começou com céu limpo e sol, e abriu lugar para que a criançada pudesse se divertir.

Às 11h, o palco do Teatro Clara Nunes recebeu a visita da República Ativa de Teatro. Com a peça O Cavalinho Azul, o grupo paulistano fundado em 2006 tirou de casa cerca de 400 pessoas. Oito atores tiraram sorriso das crianças e dos adultos que interagiram com a obra durante uma hora. A história narrada pelo personagem João de Deus, traz a tona a importância dos sonhos e das perdas na infância e conta da busca do garoto Vicente por seu cavalinho azul, vendido por seu pai.

Erick Buchalla, de Diadema, foi um dos que levou os filhos Melissa, 2 anos, e Sara, 4, para assistir ao espetáculo. “Valeu muito a pena ter vindo para cá. Ver peças de teatro é bom para o desenvolvimento cultural da criança e para o comportamento delas. Acho muito importante ter atividades assim na cidade”, disse.

Para Gilmar Aparecido, que acompanhava Alessandra Santos, e as crianças Maria Clara, 6, e Giovana Luiza, 10, todos de Diadema, foi ótimo ter saído de casa para absorver cultura logo pela manhã. “É mais do que importante participarmos disso. É fundamental, principalmente para a educação das crianças, para irem se acostumando com o teatro”, afirmou Aparecido.

Perto dali, na Praça Lauro Michels, as crianças presentes puderam se divertir com show de mágica, teatro, pintura e brincadeiras.

Suspeito morre após roubo no Centro

Natália Fernandjes

Um homem suspeito de assaltar grupo de pessoas no Centro de Diadema, durante a Virada Cultural, foi morto por policiais militares na madrugada de ontem. Roberto Pedro da Silva, 20 anos, estava acompanhado de um jovem de 17, que foi apreendido. Com a dupla, foi encontrado revólver calibre 38 que é produto de furto, uma arma de brinquedo, além de dois celulares das vítimas.

De acordo com informações fornecidas pela Polícia Civil, homens da Força Tática de Mauá realizavam patrulhamento de apoio próximo à Praça Lauro Michels quando avistaram situação suspeita na esquina das ruas Felipe Camarão e Rua Manoel da Nóbrega. Os dois homens estavam em uma moto preta abordando quatro pessoas.

Em seu relato à Polícia Civil, a equipe da Força Tática informou que, ao ver a aproximação dos militares, Roberto, que conduzia a moto, teria apontado uma arma em direção à viatura. Em resposta, os policiais efetuaram três disparos contra a dupla, que arrancou com o veículo e caiu cerca de 500 metros à frente.

Roberto foi baleado no lado direito do peito e chegou a ser socorrido por uma unidade de resgate ao Hospital Municipal de Diadema. Ele teve parada cardiorrespiratória e morreu em seguida. Ainda no hospital, a equipe médica localizou dois aparelhos celulares pertencentes às vítimas dentro da roupa do suspeito. A polícia não conseguiu identificar, entretanto, de qual das armas dos milicianos partiu o disparo que atingiu o rapaz.

O simulacro de arma utilizado pelos suspeitos foi localizado pela equipe policial atrás de uma árvore em uma praça mal iluminada, na continuação da Rua Felipe Camarão, que recebe o nome de Rua São Luis.

O adolescente foi apreendido sob suspeita de prática de grave ameaça à pessoa com violência e apresentado ao Ministério Público. Também ficaram em poder da Polícia para averiguação a motocicleta, as armas dos policiais e o revólver encontrado com os suspeitos. (Colaborou Bruna Gonçalves)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;