Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Preço do café sobe diante da expectativa de geadas no Brasil


Do Diário do Grande ABC

27/05/1999 | 10:27


Os preços do café do tipo Robusta registraram um forte aumento esta quinta-feira, ao meio-dia, no mercado de Londres, o LIFFE, por causa da expectativa de geadas nas regioes produtoras do Brasil, primeiro produtor de café do mundo.

As 7h20 de Brasília, no LIFFE, o café Robusta para entrega em julho havia aumentado US$ 33, em relaçao ao preço de fechamento da véspera, a US$ 1.563 a tonelada.

O Brasil entra na temporada de inverno e os agricultores temem uma onda de frio que poderia avariar consideravelmente a futura colheita.

O Brasil produz principalmente o café do tipo Arabica, mas também exporta o Robusta, de menor qualidade, que serve principalmente para a fabricaçao de bebidas instantâneas.

O mercado de graos está com as expectativas voltadas para a Organizaçao Internacional do Café (ICO), que reúne produtores e industriais. A ICO nao conseguiu renovar o acordo de cooperaçao para que a indústria mundial do café participasse da promoçao do consumo em todo o mundo, ao final de uma reuniao em Londres, no começo da semana.

O acordo atual, que termina em setembro, será reexaminado na próxima reuniao, em julho.

``Acreditávamos que se a ICO fracassasse, entao os produtores recorreriam à Associaçao dos Países Produtores de Café (ACPC), que é mais rígida'', disseram analistas da casa de corretagem GNI, de Londres.

``Levando-se em conta que a ACPC tenta ativamente limitar as exportaçoes, todo fortalecimento da associaçao de produtores é positivo para os preços'', disseram eles.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Preço do café sobe diante da expectativa de geadas no Brasil

Do Diário do Grande ABC

27/05/1999 | 10:27


Os preços do café do tipo Robusta registraram um forte aumento esta quinta-feira, ao meio-dia, no mercado de Londres, o LIFFE, por causa da expectativa de geadas nas regioes produtoras do Brasil, primeiro produtor de café do mundo.

As 7h20 de Brasília, no LIFFE, o café Robusta para entrega em julho havia aumentado US$ 33, em relaçao ao preço de fechamento da véspera, a US$ 1.563 a tonelada.

O Brasil entra na temporada de inverno e os agricultores temem uma onda de frio que poderia avariar consideravelmente a futura colheita.

O Brasil produz principalmente o café do tipo Arabica, mas também exporta o Robusta, de menor qualidade, que serve principalmente para a fabricaçao de bebidas instantâneas.

O mercado de graos está com as expectativas voltadas para a Organizaçao Internacional do Café (ICO), que reúne produtores e industriais. A ICO nao conseguiu renovar o acordo de cooperaçao para que a indústria mundial do café participasse da promoçao do consumo em todo o mundo, ao final de uma reuniao em Londres, no começo da semana.

O acordo atual, que termina em setembro, será reexaminado na próxima reuniao, em julho.

``Acreditávamos que se a ICO fracassasse, entao os produtores recorreriam à Associaçao dos Países Produtores de Café (ACPC), que é mais rígida'', disseram analistas da casa de corretagem GNI, de Londres.

``Levando-se em conta que a ACPC tenta ativamente limitar as exportaçoes, todo fortalecimento da associaçao de produtores é positivo para os preços'', disseram eles.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;