Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Sindicato de Metalúrgicos do ABC elege nova diretoria


Do Diário do Grande ABC

31/05/2005 | 08:06


Mais de 60 mil trabalhadores devem participar das eleições do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (CUT), que acontecem nesta terça e quarta. O atual presidente do sindicato, José Lopez Feijóo, concorre em chapa única à reeleição.

O primeiro turno das eleições aconteceu em abril, quando foram escolhidos 284 representantes em 87 CSEs (Comitês Sindicais de Empresas), espalhados em companhias da base do sindicato – São Bernardo e Diadema. Agora, será escolhida apenas a diretoria executiva, composta por 27 integrantes.

Segundo o presidente da comissão eleitoral do sindicato, Alfredo Alves Cavalcanti, aproximadamente 60 urnas devem passar por todas as empresas que possuírem mais de 90% de trabalhadores sindicalizados. Serão mantidas também duas urnas no sindicato – uma na sede e outra na AMA (Associação dos Metalúrgicos Aposentados).

Cavalcanti espera processo “mais tranqüilo” que a primeira etapa da eleição, quando havia oposição em duas empresas – Kostal e Volkswagen. “Sem dúvida, quando há oposição o cuidado tem de ser redobrado, e a cobrança é sempre maior. Agora faremos tudo com mais calma.”

Na Volkswagen, um grupo de trabalhadores ligados à Conlutas – central sindical informal ligada ao PSTU – conseguiu eleger nove diretores do CSE, do total de 25.

Renovação – A apuração das eleições desta terça e quarta acontecerá na quinta-feira, segundo Cavalcanti, envolvendo cerca de 120 trabalhadores e sindicalistas. “Esse é o número programado, mas é possível que mais pessoas participem do processo eleitoral.”

O presidente do sindicato espera uma participação igual ou maior que a do primeiro pleito. “O voto é essencial para fortalecer a nossa representatividade. Esperamos que pelo menos o mesmo número de trabalhadores que votaram anteriormente participem da eleição agora.”

Para concorrer à diretoria executiva é necessária a eleição prévia pelos comitês de empresa. Todos os trabalhadores eleitos para os comitês formam a chamada diretoria plena do sindicato.

A chapa de Feijóo contou com a renovação de 50% de seus integrantes. Dos 27 diretores, 16 são novos dirigentes, incluindo cinco mulheres. A mudança no perfil da diretoria executiva foi proposital, segundo Feijóo.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sindicato de Metalúrgicos do ABC elege nova diretoria

Do Diário do Grande ABC

31/05/2005 | 08:06


Mais de 60 mil trabalhadores devem participar das eleições do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (CUT), que acontecem nesta terça e quarta. O atual presidente do sindicato, José Lopez Feijóo, concorre em chapa única à reeleição.

O primeiro turno das eleições aconteceu em abril, quando foram escolhidos 284 representantes em 87 CSEs (Comitês Sindicais de Empresas), espalhados em companhias da base do sindicato – São Bernardo e Diadema. Agora, será escolhida apenas a diretoria executiva, composta por 27 integrantes.

Segundo o presidente da comissão eleitoral do sindicato, Alfredo Alves Cavalcanti, aproximadamente 60 urnas devem passar por todas as empresas que possuírem mais de 90% de trabalhadores sindicalizados. Serão mantidas também duas urnas no sindicato – uma na sede e outra na AMA (Associação dos Metalúrgicos Aposentados).

Cavalcanti espera processo “mais tranqüilo” que a primeira etapa da eleição, quando havia oposição em duas empresas – Kostal e Volkswagen. “Sem dúvida, quando há oposição o cuidado tem de ser redobrado, e a cobrança é sempre maior. Agora faremos tudo com mais calma.”

Na Volkswagen, um grupo de trabalhadores ligados à Conlutas – central sindical informal ligada ao PSTU – conseguiu eleger nove diretores do CSE, do total de 25.

Renovação – A apuração das eleições desta terça e quarta acontecerá na quinta-feira, segundo Cavalcanti, envolvendo cerca de 120 trabalhadores e sindicalistas. “Esse é o número programado, mas é possível que mais pessoas participem do processo eleitoral.”

O presidente do sindicato espera uma participação igual ou maior que a do primeiro pleito. “O voto é essencial para fortalecer a nossa representatividade. Esperamos que pelo menos o mesmo número de trabalhadores que votaram anteriormente participem da eleição agora.”

Para concorrer à diretoria executiva é necessária a eleição prévia pelos comitês de empresa. Todos os trabalhadores eleitos para os comitês formam a chamada diretoria plena do sindicato.

A chapa de Feijóo contou com a renovação de 50% de seus integrantes. Dos 27 diretores, 16 são novos dirigentes, incluindo cinco mulheres. A mudança no perfil da diretoria executiva foi proposital, segundo Feijóo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;