Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Roubo de veículo cresce 42,5% no ABC


Valéria Cabrera
Da Redaçao

13/02/2000 | 18:35


O número de roubos de veículos - praticado com a presença do proprietário - cresceu 42,5% no Grande ABC no ano passado, em relaçao ao mesmo período de 1998, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. O maior aumento foi registrado em Santo André, com índice de 103,9%. Foram 9.392 roubos em 1999 contra 4.607 no ano anterior.

O número de furtos - açao praticada sem a presença do proprietário - também cresceu na regiao, mas nao ultrapassou os 13% em relaçao a 1998.  A segunda cidade da regiao com maior índice de roubos a veículos é Mauá, com 2.104 registros em 1999 e 751 em 1998, um crescimento de 90%. Os roubos também aumentaram em Sao Bernardo (26%), Diadema (33%) e Ribeirao Pires (23%).

Em Rio Grande da Serra, os números sao iguais nos dois anos - 14 roubos em cada um. Em Sao Caetano, a comparaçao nao foi possível porque os números do último trimestre do ano passado nao foram divulgados.

Segundo o delegado seccional de Santo André, Joao Gilberto Pacífico, também responsável por Mauá, Ribeirao Pires e Rio Grande da Serra, o grande aumento do número de roubos segue o crescimento da criminalidade na regiao. "Santo André e Mauá fazem divisa com bairros da periferia de Sao Paulo, onde o índice de criminalidade é muito alto", afirmou Pacífico.

Para o tenente-coronel Odair Rosa do Nascimento, comandante do 10º Batalhao da Polícia Militar, responsável por Santo André, o motivo para o aumento pode estar ocorrendo devido à mudança das características da cidade, que passou de industrial para prestadora de serviços. "Geralmente, os roubos acontecem em regioes onde há shoppings centers e universidades, serviços que aumentaram muito nos últimos anos no município."  

O coronel, que tomou posse há menos de 20 dias, disse que estuda os locais onde há maior incidência de roubos de veículos para poder atuar fortemente nestas áreas. "A principal maneira de impedir os roubos é colocar policiamento ostensivo e preventivo", acredita Nascimento.  

Em Diadema, que teve crescimento de 33% - 2.104 roubos em 1999 e 1.578 no ano anterior -, a ronda policial na regiao central da cidade, onde se concentram as ocorrências, foi intensificada. Segundo o delegado seccional do município, Reinaldo Correa, policiais civis percorrem as ruas do Centro da cidade, principalmente no período entre o fim da tarde até a 0h, horário no qual acontece a maioria dos roubos.

Desmanche - Outra medida tomada em Diadema para diminuir o número de roubos é a realizaçao de blitze em desmanches de carro. Segundo o delegado seccional, na última semana foram encontradas irregularidades em dois estabelecimentos. Em um deles foi identificado um carro roubado e no outro um motor que pertencia a um veículo que também tinha registro de roubo.

Nestes casos, o dono ou responsável pelo desmanche é preso em flagrante por receptaçao e responde a inquérito criminal. "Com isso, pretendemos intimidar os bandidos", disse Correa.

Segundo o delegado seccional de Sao Bernardo, Pedro José Liberal, também responsável por Sao Caetano, o crescimento de roubos acontece todo ano, pois a frota também aumenta. Segundo ele, o crescimento em Sao Bernardo nao foi "muito grande, ficando abaixo da média da regiao". Foram 5.429 roubos no ano passado contra 4.302 em 1998 - um crescimento de 26%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Roubo de veículo cresce 42,5% no ABC

Valéria Cabrera
Da Redaçao

13/02/2000 | 18:35


O número de roubos de veículos - praticado com a presença do proprietário - cresceu 42,5% no Grande ABC no ano passado, em relaçao ao mesmo período de 1998, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. O maior aumento foi registrado em Santo André, com índice de 103,9%. Foram 9.392 roubos em 1999 contra 4.607 no ano anterior.

O número de furtos - açao praticada sem a presença do proprietário - também cresceu na regiao, mas nao ultrapassou os 13% em relaçao a 1998.  A segunda cidade da regiao com maior índice de roubos a veículos é Mauá, com 2.104 registros em 1999 e 751 em 1998, um crescimento de 90%. Os roubos também aumentaram em Sao Bernardo (26%), Diadema (33%) e Ribeirao Pires (23%).

Em Rio Grande da Serra, os números sao iguais nos dois anos - 14 roubos em cada um. Em Sao Caetano, a comparaçao nao foi possível porque os números do último trimestre do ano passado nao foram divulgados.

Segundo o delegado seccional de Santo André, Joao Gilberto Pacífico, também responsável por Mauá, Ribeirao Pires e Rio Grande da Serra, o grande aumento do número de roubos segue o crescimento da criminalidade na regiao. "Santo André e Mauá fazem divisa com bairros da periferia de Sao Paulo, onde o índice de criminalidade é muito alto", afirmou Pacífico.

Para o tenente-coronel Odair Rosa do Nascimento, comandante do 10º Batalhao da Polícia Militar, responsável por Santo André, o motivo para o aumento pode estar ocorrendo devido à mudança das características da cidade, que passou de industrial para prestadora de serviços. "Geralmente, os roubos acontecem em regioes onde há shoppings centers e universidades, serviços que aumentaram muito nos últimos anos no município."  

O coronel, que tomou posse há menos de 20 dias, disse que estuda os locais onde há maior incidência de roubos de veículos para poder atuar fortemente nestas áreas. "A principal maneira de impedir os roubos é colocar policiamento ostensivo e preventivo", acredita Nascimento.  

Em Diadema, que teve crescimento de 33% - 2.104 roubos em 1999 e 1.578 no ano anterior -, a ronda policial na regiao central da cidade, onde se concentram as ocorrências, foi intensificada. Segundo o delegado seccional do município, Reinaldo Correa, policiais civis percorrem as ruas do Centro da cidade, principalmente no período entre o fim da tarde até a 0h, horário no qual acontece a maioria dos roubos.

Desmanche - Outra medida tomada em Diadema para diminuir o número de roubos é a realizaçao de blitze em desmanches de carro. Segundo o delegado seccional, na última semana foram encontradas irregularidades em dois estabelecimentos. Em um deles foi identificado um carro roubado e no outro um motor que pertencia a um veículo que também tinha registro de roubo.

Nestes casos, o dono ou responsável pelo desmanche é preso em flagrante por receptaçao e responde a inquérito criminal. "Com isso, pretendemos intimidar os bandidos", disse Correa.

Segundo o delegado seccional de Sao Bernardo, Pedro José Liberal, também responsável por Sao Caetano, o crescimento de roubos acontece todo ano, pois a frota também aumenta. Segundo ele, o crescimento em Sao Bernardo nao foi "muito grande, ficando abaixo da média da regiao". Foram 5.429 roubos no ano passado contra 4.302 em 1998 - um crescimento de 26%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;