Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA e China chegam a acordo sobre avião espião americano


Das Agências

29/05/2001 | 09:07


Estados Unidos e China acertaram em princípio que o avião espião norte-americano que fez um pouso de emergência em solo chinês no mês passado seja devolvido por via aérea. Ainda não está acertado quando exatamente vai ocorrer a operação de remoção do avião EP-3 do solo chinês.

"Os dois lados concordaram em princípio que uma aeronave AN-124 poderá ser usada para remover o EP-3 do campo de Lingshui", afirmou um oficial do Departamento de Estado, que pediu para não ser identificado.

O Pentágono já informou que as asas do EP-3 estacionado num campo de pouso na ilha chinesa de Hainan terão que ser desmontadas para caberem no avião de carga de fabricação ucraniana que levará o EP-3 de volta aos EUA. Mas o oficial disse que os detalhes da operação ainda estavam por ser discutidos.

Esse princípio de acordo foi alcançado após quase dois meses de tensas conversas entre China e EUA sobre a detenção da tripulação americana e das futuras missões norte-americanas na região da Ásia.

Seriamente avariado após se chocar em vôo sobre o mar da China com um caça chinês, cujo piloto morreu, o avião com 24 tripulantes fez um pouso de emergência no dia 1 de abril na ilha chinesa de Hainan. A tripulação foi detida durante 11 dias na China, mas o futuro do avião não foi decidido na mesma velocidade.

Técnicos americanos foram autorizados a inspecionar o avião, e o secretário de Defesa Donald Rumsfeld disse que o avião poderia voltar voando para os EUA se fosse consertado. Pequim garantiu, no entanto, que o avião deveria ser levado de volta aos EUA em outro meio de transporte.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA e China chegam a acordo sobre avião espião americano

Das Agências

29/05/2001 | 09:07


Estados Unidos e China acertaram em princípio que o avião espião norte-americano que fez um pouso de emergência em solo chinês no mês passado seja devolvido por via aérea. Ainda não está acertado quando exatamente vai ocorrer a operação de remoção do avião EP-3 do solo chinês.

"Os dois lados concordaram em princípio que uma aeronave AN-124 poderá ser usada para remover o EP-3 do campo de Lingshui", afirmou um oficial do Departamento de Estado, que pediu para não ser identificado.

O Pentágono já informou que as asas do EP-3 estacionado num campo de pouso na ilha chinesa de Hainan terão que ser desmontadas para caberem no avião de carga de fabricação ucraniana que levará o EP-3 de volta aos EUA. Mas o oficial disse que os detalhes da operação ainda estavam por ser discutidos.

Esse princípio de acordo foi alcançado após quase dois meses de tensas conversas entre China e EUA sobre a detenção da tripulação americana e das futuras missões norte-americanas na região da Ásia.

Seriamente avariado após se chocar em vôo sobre o mar da China com um caça chinês, cujo piloto morreu, o avião com 24 tripulantes fez um pouso de emergência no dia 1 de abril na ilha chinesa de Hainan. A tripulação foi detida durante 11 dias na China, mas o futuro do avião não foi decidido na mesma velocidade.

Técnicos americanos foram autorizados a inspecionar o avião, e o secretário de Defesa Donald Rumsfeld disse que o avião poderia voltar voando para os EUA se fosse consertado. Pequim garantiu, no entanto, que o avião deveria ser levado de volta aos EUA em outro meio de transporte.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;