Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Governo remonta plano contra bug do ano bissexto


Do Diário do Grande ABC

27/02/2000 | 15:30


O Governo Federal vai remontar, a partir desta segunda-feira, o Plano Nacional de Contingência contra o "bug da virada" para prevenir falhas nos sistemas de computaçao dos principais setores da infra-estrutura e economia do país, com a virada do dia 28 para 29 de fevereiro. Este será o segundo momento crítico do bug da virada de 2000, chamado também de "mini-bug" ou "buguinho".

As 14h, será reaberto o Centro de Coordenaçao Geral (CGC), do Ministério da Defesa, que contará com a presença de técnicos de seis ministérios e da Secretaria de Comunicaçao do Governo Federal.

O mini-bug estava previsto desde o início dos trabalhos da comissao do Programa do Ano 2000, em 1999. Ainda há o temor de os computadores entrarem em colapso na virada desta segunda para terça-feira, deixando de ler a data 29 de fevereiro, pulando diretamente para o dia 1º de março. O governo teme também que possa acontecer um ataque de hackers (piratas de computador), que podem aproveitar a data como pretexto para açoes.

A preocupaçao com o dia 29 de fevereiro, disse o secretário-adjunto da comissao, Marcos Osório de Almeida, deve-se ao fato de este ano ser o primeiro fim de século que também será ano bissexto. Isto nao ocorria desde 1600. A convençao do calendário gregoriano, por exemplo, nao incluiu 1900 como ano bissexto. Além disso, a virada será no meio da semana, o que aumenta a preocupaçao no caso de possíveis problemas.

O monitoramento será feitos pelos Ministérios da Defesa, Comunicaçoes, Minas e Energia, Transportes, Saúde, Planejamento, Orçamento e Gestao e Fazenda. O esquema de plantao está previsto para durar desta segunda até as 2h de terça-feira, com operaçoes do sistema de comunicaçoes e controle em todo o país. Os militares da coordenaçao irao guarnecer os diversos centros de operaçao até as 20 horas. Depois, os técnicos civis vao fazer testes nos meios de comunicaçoes de seus sistemas nos centros de operaçoes em vários Estados.

Na quarta-feira, o plano de contingência prevê o início das atividades às 10h, com encerramento às 19h30. Na parte da manha, os técnicos do Ministério da Fazenda e do Banco Central (BC) vao monitorar o funcionamento do mercado financeiro. A noite, será a vez dos representantes do Ministério de Minas e Energia e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) acompanharem o desempenho do setor elétrico.

No dia 22 foi realizada uma reuniao de preparaçao para o mini-bug. Segundo o coordenador das atividades do CCG, coronel Oliveira Ramos, "nao sao esperados problemas", mas o governo vai estar a postos para qualquer eventualidade. Nao é esperada a ruptura de sistemas, apenas problemas de erro de registro de dia. "Faz parte do nosso planejamento remontar todo o esquema nesses dias", disse Almeida.

A principal atençao dos técnicos será sobre os ataques de piratas de computador, que, nos últimos dias, entraram em sistemas de grandes sites internacionais e em órgaos do governo brasileiro. O governo sabe que, como nao ocorreram falhas graves na virada do ano, houve uma reduçao nos planos de contingência de vários países e até de empresas privadas, o que poderia facilitar invasoes de computadores.

No dia 8, por exemplo, o grupo tarefa do setor de telecomunicaçoes reuniu-se na sede da Empresa Brasileira de Telecomunicaçoes (Embratel), no Rio, para avaliar as possíveis falhas no setor. A conclusao é que os usuários nao devem se preocupar com dificuldades nas chamadas.

Todos os equipamentos do setor que foram testados para a virada de 31 de dezembro para 1 de janeiro também foram testados para a noite desta segunda para terça-feira. Ainda assim, haverá um reforço nos plantoes dos centros de gerências das operadoras e os técnicos e fornecedores das empresas de telecomunicaçoes ficarao de sobreaviso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo remonta plano contra bug do ano bissexto

Do Diário do Grande ABC

27/02/2000 | 15:30


O Governo Federal vai remontar, a partir desta segunda-feira, o Plano Nacional de Contingência contra o "bug da virada" para prevenir falhas nos sistemas de computaçao dos principais setores da infra-estrutura e economia do país, com a virada do dia 28 para 29 de fevereiro. Este será o segundo momento crítico do bug da virada de 2000, chamado também de "mini-bug" ou "buguinho".

As 14h, será reaberto o Centro de Coordenaçao Geral (CGC), do Ministério da Defesa, que contará com a presença de técnicos de seis ministérios e da Secretaria de Comunicaçao do Governo Federal.

O mini-bug estava previsto desde o início dos trabalhos da comissao do Programa do Ano 2000, em 1999. Ainda há o temor de os computadores entrarem em colapso na virada desta segunda para terça-feira, deixando de ler a data 29 de fevereiro, pulando diretamente para o dia 1º de março. O governo teme também que possa acontecer um ataque de hackers (piratas de computador), que podem aproveitar a data como pretexto para açoes.

A preocupaçao com o dia 29 de fevereiro, disse o secretário-adjunto da comissao, Marcos Osório de Almeida, deve-se ao fato de este ano ser o primeiro fim de século que também será ano bissexto. Isto nao ocorria desde 1600. A convençao do calendário gregoriano, por exemplo, nao incluiu 1900 como ano bissexto. Além disso, a virada será no meio da semana, o que aumenta a preocupaçao no caso de possíveis problemas.

O monitoramento será feitos pelos Ministérios da Defesa, Comunicaçoes, Minas e Energia, Transportes, Saúde, Planejamento, Orçamento e Gestao e Fazenda. O esquema de plantao está previsto para durar desta segunda até as 2h de terça-feira, com operaçoes do sistema de comunicaçoes e controle em todo o país. Os militares da coordenaçao irao guarnecer os diversos centros de operaçao até as 20 horas. Depois, os técnicos civis vao fazer testes nos meios de comunicaçoes de seus sistemas nos centros de operaçoes em vários Estados.

Na quarta-feira, o plano de contingência prevê o início das atividades às 10h, com encerramento às 19h30. Na parte da manha, os técnicos do Ministério da Fazenda e do Banco Central (BC) vao monitorar o funcionamento do mercado financeiro. A noite, será a vez dos representantes do Ministério de Minas e Energia e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) acompanharem o desempenho do setor elétrico.

No dia 22 foi realizada uma reuniao de preparaçao para o mini-bug. Segundo o coordenador das atividades do CCG, coronel Oliveira Ramos, "nao sao esperados problemas", mas o governo vai estar a postos para qualquer eventualidade. Nao é esperada a ruptura de sistemas, apenas problemas de erro de registro de dia. "Faz parte do nosso planejamento remontar todo o esquema nesses dias", disse Almeida.

A principal atençao dos técnicos será sobre os ataques de piratas de computador, que, nos últimos dias, entraram em sistemas de grandes sites internacionais e em órgaos do governo brasileiro. O governo sabe que, como nao ocorreram falhas graves na virada do ano, houve uma reduçao nos planos de contingência de vários países e até de empresas privadas, o que poderia facilitar invasoes de computadores.

No dia 8, por exemplo, o grupo tarefa do setor de telecomunicaçoes reuniu-se na sede da Empresa Brasileira de Telecomunicaçoes (Embratel), no Rio, para avaliar as possíveis falhas no setor. A conclusao é que os usuários nao devem se preocupar com dificuldades nas chamadas.

Todos os equipamentos do setor que foram testados para a virada de 31 de dezembro para 1 de janeiro também foram testados para a noite desta segunda para terça-feira. Ainda assim, haverá um reforço nos plantoes dos centros de gerências das operadoras e os técnicos e fornecedores das empresas de telecomunicaçoes ficarao de sobreaviso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;