Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Anistia Internacional denuncia tortura nas prisões brasileiras


Do Diário OnLine

28/05/2002 | 11:02


A Anistia Internacional (AI) denunciou nesta terça-feira as "generalizadas e sistemáticas" práticas de tortura e maus-tratos nas cadeias brasileiras, assim como, o "grave problema" da delinqüência urbana e da impunidade.

Em seu relatório anual sobre o estado dos direitos humanos no mundo, a AI mencionou um documento da Defensoria do Povo para Assuntos Policiais, ressaltando que a polícia cometeu 481 homicídios em São Paulo no último ano.

A Anistia afirma que mercenários armados, "com o consentimento da polícia e das autoridades locais", mataram 25 ativistas camponeses e outros 73 foram ameaçados de morte, segundo AI, que entrevistou integrantes da Comissão Pastoral da Terra.

A organização também denunciou os "esquadrões da morte" que continuam a atuar impunemente em Salvador (Bahia), onde já executaram pelo menos 159 pessoas, segundo dados da Comissão Estatal de Direitos Humanos.

A "lenta marcha" da Justiça brasileira permitiu a impunidade de muitos dos responsáveis por cometer abusos contra os direitos humanos, apesar de em alguns casos terem sido julgados no ano passado.

A Anistia afirma que os centros de detenção de menores no Brasil continuam sendo "cruéis, inumanos ou degradantes" e aponta problemas como superlotação e deficientes condições higiênicas e médicas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;