Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Inflação do carro sobe 0,07%


Por Joel Leite
Agência AutoInforme

16/09/2003 | 20:01


A Inflação do Carro, calculada pela Agência AutoInforme fechou o mês de agosto com uma pequena alta de 0,07%, o que mostra estabilidade nos preços dos produtos e serviços utilizados pelo motorista.

A pesquisa aponta que metade do total gasto por mês por um usuário padrão é referente à compra de combustível. O restante das despesas é com serviços como troca de óleo, pastilhas, alinhamento, revisões. Mas o item mais caro depois do combustível é o seguro total, que representa cerca de 25% dos gastos com o carro.

A maior alta no mês de agosto foi da pastilha de freio, que ficou 11% mais cara. A lona de freio teve alta de 10%, também uma das altas entre todos os produtos e serviços pesquisados. Na outra ponta, a troca do jogo de velas teve queda de 7,8% e a mão de obra para revisão do carro ficou 7,4% mais barata no mês.

Acompanhe o gráfico de evolução do preço da Inflação do Carro. Repare que em janeiro, em função da despesa com o IPVA, quando o proprietário paga a primeira parcela, a curva vai lá para cima e depois retoma ao normal nos dois meses seguintes. Em abril quando a despesa com o IPVA já não tem participação no custo do carro, a curva do gráfico despenca, recuperando assim a elevação de janeiro. Note que no acumulado do ano a inflação está em 4,8%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inflação do carro sobe 0,07%

Por Joel Leite
Agência AutoInforme

16/09/2003 | 20:01


A Inflação do Carro, calculada pela Agência AutoInforme fechou o mês de agosto com uma pequena alta de 0,07%, o que mostra estabilidade nos preços dos produtos e serviços utilizados pelo motorista.

A pesquisa aponta que metade do total gasto por mês por um usuário padrão é referente à compra de combustível. O restante das despesas é com serviços como troca de óleo, pastilhas, alinhamento, revisões. Mas o item mais caro depois do combustível é o seguro total, que representa cerca de 25% dos gastos com o carro.

A maior alta no mês de agosto foi da pastilha de freio, que ficou 11% mais cara. A lona de freio teve alta de 10%, também uma das altas entre todos os produtos e serviços pesquisados. Na outra ponta, a troca do jogo de velas teve queda de 7,8% e a mão de obra para revisão do carro ficou 7,4% mais barata no mês.

Acompanhe o gráfico de evolução do preço da Inflação do Carro. Repare que em janeiro, em função da despesa com o IPVA, quando o proprietário paga a primeira parcela, a curva vai lá para cima e depois retoma ao normal nos dois meses seguintes. Em abril quando a despesa com o IPVA já não tem participação no custo do carro, a curva do gráfico despenca, recuperando assim a elevação de janeiro. Note que no acumulado do ano a inflação está em 4,8%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;