Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

AI recebe denúncias de violação de direitos humanos em PE


Da Agência Brasil

14/06/2006 | 20:31


Um documento elaborado por integrantes do Centro Dom Hélder Câmara contendo denúncias de violação de direitos humanos foi entregue nesta quarta-feira aos representantes da Anistia Internacional Tim Cahill e Patrick Wilcken, que estão em Recife, desde o início da semana. O texto relata casos de prática de tortura e de homicídio por parte de policiais militares de Pernambuco, durante abordagens de rua, à adolescentes.

A advogada do Centro, Aline Tavares, afirmou que não existe no Estado um projeto para proteção de crianças e adolescentes sob ameaça de morte. E que é preocupante a situação das unidades de internamento dos adolescentes infratores, por falta de um projeto pedagógico para recuperação deles.

Outra questão abordada no documento e lembrada pela advogada é a da violência sexual praticada contra a infância e a juventude. Ela disse ainda que faltam assistentes sociais e psicólogos para apoiar as vítimas de agressão física e tortura, e que as audiências na Vara da Infância da capital estão sendo marcadas somente para o segundo semestre de 2007.

Tim Cahill informou que está previsto para sexta-feira "um encontro com autoridades estaduais, onde serão levantadas as preocupações e solicitadas intervenções".

Depois de participar, hoje, de fórum sobre segurança na Universidade Católica, os representantes da Anistia Internacional visitarão nesta quinta o presídio feminino do Bom Pastor. Cahill e Wilcken disseram que ao retornar a Londres (Inglaterra), onde fica a sede da Anistia, pretendem elaborar e publicar relatório com o objetivo de dar maior visibilidade às denúncias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

AI recebe denúncias de violação de direitos humanos em PE

Da Agência Brasil

14/06/2006 | 20:31


Um documento elaborado por integrantes do Centro Dom Hélder Câmara contendo denúncias de violação de direitos humanos foi entregue nesta quarta-feira aos representantes da Anistia Internacional Tim Cahill e Patrick Wilcken, que estão em Recife, desde o início da semana. O texto relata casos de prática de tortura e de homicídio por parte de policiais militares de Pernambuco, durante abordagens de rua, à adolescentes.

A advogada do Centro, Aline Tavares, afirmou que não existe no Estado um projeto para proteção de crianças e adolescentes sob ameaça de morte. E que é preocupante a situação das unidades de internamento dos adolescentes infratores, por falta de um projeto pedagógico para recuperação deles.

Outra questão abordada no documento e lembrada pela advogada é a da violência sexual praticada contra a infância e a juventude. Ela disse ainda que faltam assistentes sociais e psicólogos para apoiar as vítimas de agressão física e tortura, e que as audiências na Vara da Infância da capital estão sendo marcadas somente para o segundo semestre de 2007.

Tim Cahill informou que está previsto para sexta-feira "um encontro com autoridades estaduais, onde serão levantadas as preocupações e solicitadas intervenções".

Depois de participar, hoje, de fórum sobre segurança na Universidade Católica, os representantes da Anistia Internacional visitarão nesta quinta o presídio feminino do Bom Pastor. Cahill e Wilcken disseram que ao retornar a Londres (Inglaterra), onde fica a sede da Anistia, pretendem elaborar e publicar relatório com o objetivo de dar maior visibilidade às denúncias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;