Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Romances de Austen e Brontë têm muitas adaptações

.


Caroline Ropero
Especial para o Diário

27/05/2012 | 07:00


A galera que não é tão fã de leitura pode conferir os filmes com roteiro adaptado de obras clássicas. Veja algumas dicas:

O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë, tem quatro versões para o cinema. A primeira é de 1920, seguida pelas de 1939 e 1970. Por fim, em 1992 estreou a primeira em imagens coloridas, tornando-se a mais conhecida. Além destes, há um musical produzido pela MTV em 2003. Apesar de moderno, atores, cenários e a própria produção deixam a desejar. No Brasil, a história foi retratada nas novelas O Morro dos Ventos Uivantes, em 1967, e Vendaval, em 1973.

A obra de Jane Austen, cuja adaptação para o cinema se tornou mais conhecida, foi Orgulho e Preconceito. Tem as versões de 1940, 2003 e 2005. A última é a mais popular, com Keira Knightley (Piratas do Caribe) e Matthew Macfadyen (Os Três Mosqueteiros) nos papéis principais. Há ainda duas minisséries para TV produzidas em 1980 e 1995. O longa Um Orgulho e Preconceito Moderno deve estrear nos Estados Unidos em agosto. Para 2013 também está previsto para chegar à telona Orgulho e Preconceito e Zumbis.

Outras três obras da autora viraram filmes. Persuasão teve dois, em 1995 e 2007, além de duas minisséries da BBC, em 1960 e 1971. Razão e Sensibilidade teve uma versão em 1995. Já Emma foi seriado de TV em 1948, 1960, 1972, 1996 e 2009, e ganhou dois longas, em 1996 e 2010. O último, chamado Aisha, é indiano.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Romances de Austen e Brontë têm muitas adaptações

.

Caroline Ropero
Especial para o Diário

27/05/2012 | 07:00


A galera que não é tão fã de leitura pode conferir os filmes com roteiro adaptado de obras clássicas. Veja algumas dicas:

O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë, tem quatro versões para o cinema. A primeira é de 1920, seguida pelas de 1939 e 1970. Por fim, em 1992 estreou a primeira em imagens coloridas, tornando-se a mais conhecida. Além destes, há um musical produzido pela MTV em 2003. Apesar de moderno, atores, cenários e a própria produção deixam a desejar. No Brasil, a história foi retratada nas novelas O Morro dos Ventos Uivantes, em 1967, e Vendaval, em 1973.

A obra de Jane Austen, cuja adaptação para o cinema se tornou mais conhecida, foi Orgulho e Preconceito. Tem as versões de 1940, 2003 e 2005. A última é a mais popular, com Keira Knightley (Piratas do Caribe) e Matthew Macfadyen (Os Três Mosqueteiros) nos papéis principais. Há ainda duas minisséries para TV produzidas em 1980 e 1995. O longa Um Orgulho e Preconceito Moderno deve estrear nos Estados Unidos em agosto. Para 2013 também está previsto para chegar à telona Orgulho e Preconceito e Zumbis.

Outras três obras da autora viraram filmes. Persuasão teve dois, em 1995 e 2007, além de duas minisséries da BBC, em 1960 e 1971. Razão e Sensibilidade teve uma versão em 1995. Já Emma foi seriado de TV em 1948, 1960, 1972, 1996 e 2009, e ganhou dois longas, em 1996 e 2010. O último, chamado Aisha, é indiano.

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;