Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

UE/Reino Unido: é preciso respeitar tratados internacionais, diz Michel na ONU



25/09/2020 | 12:20


Durante seu discurso virtual na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente da Comissão Europeia, Charles Michel, fez uma referência clara à disputa entre a União Europeia e o Reino Unido. Ele cobrou "respeito aos direitos internacionais" e disse que estes eram agora ameaçados "mesmo por aqueles que, até recentemente, eram seus garantidores históricos".

A UE negocia o futuro da relação com o Reino Unido, após o Brexit, mas o bloco critica o fato de o país querer agora rever um acordo já fechado. Com o impasse, as duas partes podem desistir de qualquer pacto, com impactos comerciais e econômicos para os dois lados, sobretudo o britânico, de acordo com projeções.

Michel também tratou das relação entre a UE e a China. Segundo ele, o bloco deseja "aprofundar a relação", porém cobra mais reciprocidade. A autoridade disse que Bruxelas continuará a falar sobre respeito aos direitos humanos e a proteção de minorias, temas que costumam irritar Pequim. Michel ainda elogiou a parceria com a China em várias frentes, entre elas o combate à covid-19. Ele disse que o bloco espera uma vacina "segura" e "eficaz" para controlar a doença.

A autoridade ainda comentou o caso da Venezuela. Segundo ele, o bloco trabalha por "uma solução pacífica" para a crise do país, que inclua "eleições livres".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

UE/Reino Unido: é preciso respeitar tratados internacionais, diz Michel na ONU


25/09/2020 | 12:20


Durante seu discurso virtual na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente da Comissão Europeia, Charles Michel, fez uma referência clara à disputa entre a União Europeia e o Reino Unido. Ele cobrou "respeito aos direitos internacionais" e disse que estes eram agora ameaçados "mesmo por aqueles que, até recentemente, eram seus garantidores históricos".

A UE negocia o futuro da relação com o Reino Unido, após o Brexit, mas o bloco critica o fato de o país querer agora rever um acordo já fechado. Com o impasse, as duas partes podem desistir de qualquer pacto, com impactos comerciais e econômicos para os dois lados, sobretudo o britânico, de acordo com projeções.

Michel também tratou das relação entre a UE e a China. Segundo ele, o bloco deseja "aprofundar a relação", porém cobra mais reciprocidade. A autoridade disse que Bruxelas continuará a falar sobre respeito aos direitos humanos e a proteção de minorias, temas que costumam irritar Pequim. Michel ainda elogiou a parceria com a China em várias frentes, entre elas o combate à covid-19. Ele disse que o bloco espera uma vacina "segura" e "eficaz" para controlar a doença.

A autoridade ainda comentou o caso da Venezuela. Segundo ele, o bloco trabalha por "uma solução pacífica" para a crise do país, que inclua "eleições livres".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;