Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tony Belloto escreve sob ponto de vista feminino


Do Diário OnLine

21/05/2001 | 12:30


O músico e guitarrista Tony Belloto, membro do grupo de rock Titãs, após escrever Bellini e o esfinge, uma trama policial, escreveu e está lançando BR 163.

Belloto, 40 anos, e os escritores Luís Fernando Veríssimo, Luiz Alfredo Garcia-Roza e Patrícia Melo participaram do debate ‘Local do Crime: o romance policial’ na 10ª Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro, no Café Literário, neste domingo.

O músico e escritor garantiu que em seu próximo livro, que deve ser escrito em 2002, dará continuidade à sua trama policial.

BR 163 é um livro com duas histórias. A primeira, A menina tatuada, conta a história de Cardoso e Lavínia, que pegam a BR 163 para prender um contrabandista. A segunda, Oeste, Selene, conta a história de uma prostituta que precisa ajudar o pai a fugir da uma penitenciária no interior de São Paulo.

Belloto fez elogios à Bienal e declarou que é muito importante incentivar os jovens a lerem. Ele assegurou que continuará trabalhando com a música.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tony Belloto escreve sob ponto de vista feminino

Do Diário OnLine

21/05/2001 | 12:30


O músico e guitarrista Tony Belloto, membro do grupo de rock Titãs, após escrever Bellini e o esfinge, uma trama policial, escreveu e está lançando BR 163.

Belloto, 40 anos, e os escritores Luís Fernando Veríssimo, Luiz Alfredo Garcia-Roza e Patrícia Melo participaram do debate ‘Local do Crime: o romance policial’ na 10ª Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro, no Café Literário, neste domingo.

O músico e escritor garantiu que em seu próximo livro, que deve ser escrito em 2002, dará continuidade à sua trama policial.

BR 163 é um livro com duas histórias. A primeira, A menina tatuada, conta a história de Cardoso e Lavínia, que pegam a BR 163 para prender um contrabandista. A segunda, Oeste, Selene, conta a história de uma prostituta que precisa ajudar o pai a fugir da uma penitenciária no interior de São Paulo.

Belloto fez elogios à Bienal e declarou que é muito importante incentivar os jovens a lerem. Ele assegurou que continuará trabalhando com a música.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;