Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bomba em mercado na Indonésia deixa oito mortos


Da AFP

31/12/2005 | 10:18


O balanço de mortos em uma explosão neste sábado em um mercado cristão lotado na cidade indonésia de Palu, na província de Sulawesi, região dividida pela religião, subiu para oito, informaram fontes dos hospitais locais.

Funcionários dos quatro hospitais para onde as vítimas foram levadas após a explosão na véspera do Ano Novo forneceram balanços individuais, que somam oito mortos.

A última vítima foi um adolescente de 13 anos, que faleceu depois de perder muito sangue, segundo as fontes.

O número de feridos no ataque, que aconteceu em um açougue que vende carne de porco, proibida aos muçulmanos, era de 48, informou a polícia mais cedo.

Yandri Tumiwa, um vendedor do açougue que escapou da explosão, disse à rádio ElShinta que os explosivos continham "pregos e pedaços de metal" que danificaram sua loja, a apenas dois metros do local em que a bomba fora deixada.

"Até agora continuo traumatizado por causa da bomba de hoje. Eu exijo que o governo adote ações fortes contra aqueles que cometeram o ataque", disse.

A explosão aconteceu quando as forças de segurança de toda a nação estavam em alerta máximo por causa dos riscos potenciais de ataques de extremistas islâmicos durante o período de Ano Novo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bomba em mercado na Indonésia deixa oito mortos

Da AFP

31/12/2005 | 10:18


O balanço de mortos em uma explosão neste sábado em um mercado cristão lotado na cidade indonésia de Palu, na província de Sulawesi, região dividida pela religião, subiu para oito, informaram fontes dos hospitais locais.

Funcionários dos quatro hospitais para onde as vítimas foram levadas após a explosão na véspera do Ano Novo forneceram balanços individuais, que somam oito mortos.

A última vítima foi um adolescente de 13 anos, que faleceu depois de perder muito sangue, segundo as fontes.

O número de feridos no ataque, que aconteceu em um açougue que vende carne de porco, proibida aos muçulmanos, era de 48, informou a polícia mais cedo.

Yandri Tumiwa, um vendedor do açougue que escapou da explosão, disse à rádio ElShinta que os explosivos continham "pregos e pedaços de metal" que danificaram sua loja, a apenas dois metros do local em que a bomba fora deixada.

"Até agora continuo traumatizado por causa da bomba de hoje. Eu exijo que o governo adote ações fortes contra aqueles que cometeram o ataque", disse.

A explosão aconteceu quando as forças de segurança de toda a nação estavam em alerta máximo por causa dos riscos potenciais de ataques de extremistas islâmicos durante o período de Ano Novo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;