Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Verdão e Leão iniciam luta pelas quartas da Libertadores


André Battistini
Especial para o Diário

05/05/2009 | 07:00


Um duelo entre uma equipe paulista e outra pernambucana que vem ganhando cada vez mais história. Hoje, às 21h15, pela terceira vez no ano, Palmeiras e Sport duelam pela Copa Libertadores. Agora, o confronto será pela oitavas-de-final e novamente o palco será o Palestra Itália.

O Palmeiras está concentrado desde domingo. O único desfalque é o lateral-esquerdo Marcão, expulso na heroica classificação contra o Colo Colo. Pierre é dúvida, já que deixou o campo em Santiago com lesão no tornozelo esquerdo. O volante passou por tratamento intensivo na última semana, mas não participou do treino de ontem.

"Ele vai concentrar, mas ainda sente dores. Vamos ver amanhã (hoje) se joga ou não", afirmou o técnico Vanderlei Luxemburgo. Se Pierre não tiver condições, o volante Souza, 20 anos, que foi elogiado pelo treinador contra os chilenos, deve ganhar novamente a titularidade.

Outra opção é o volante Mozart, recém-chegado ao clube e que foi inscrito na competição no lugar do lesionado Sandro Silva. A novidade do time é a volta do atacante Marquinhos, que cumpriu suspensão.

No Sport, o técnico Nelsinho Baptista ganhou algumas dúvidas após o confronto com a LDU, pela última rodada da primeira fase. Com boas atuações na partida, o volante Andrade (que marcou dois gols) e o atacante Fumagalli podem assumir, respectivamente, as vagas de Paulo Baier e Hamilton, que foram poupados no jogo em Quito.

Na fase de grupos, a equipe alviverde levou a melhor, vencendo por 2 a 0 o confronto em Recife, e empatando em casa por 1 a 1. Porém, apesar do empate, os pernambucanos foram bem no duelo no Palestra Itália, e com um jogador a menos - o atacante Wilson foi expulso -, conseguiu segurar o Palmeiras.

Luxemburgo quer esquecer intrigas entre os clubes originadas nos jogos passados, o que inclui as duas partidas pela Copa do Brasil de 2008, quando as equipes trocaram acusações sobre o tratamento dado pelo rival. "Vamos para jogar futebol apenas dentro de campo, o que aconteceu fora não importa mais. O importante é o jogo", afirmou o treinador.

CASA CHEIA - A expectativa é de que as arquibandas do Palestra Itália estejam lotadas. Até a manhã de ontem haviam sido vendidos cerca de 20 mil dos 27 mil ingressos colocados à venda para o jogo.

(com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;