Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Associação promove palestras para combater violência contra mulher

Ação integra Campanha do Laço Branco; 300 pessoas foram impactadas


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/12/2019 | 07:00


Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação Casa do Senhor, que fica no Jardim Zaíra, em Mauá, realiza a Campanha do Laço Branco. A mobilização, que começou em 1989 no Canadá (após Marc Lepine, 25 anos, assassinar a tiros 14 alunas de uma escola técnica), pretende engajar os homens no combate à violência contra a mulher. Desde o dia 25 de novembro, têm sido realizadas palestras sobre os diferentes tipos de agressão (psicológica, patrimonial, física, simbólicas). Cerca de 300 pessoas já foram sensibilizadas.

Presidente da instituição, Vanessa Leite, 34 anos, explica que neste ano a campanha ultrapassou as dependências da associação. “Levamos para igreja, associações de bairros, inclusive no Centro da cidade, e percebemos que a violência contra a mulher independe de classe social.”

“A gente recebe relatos de pessoas que participam e conseguem mudar pequenas atitudes nas suas vidas, nos relacionamentos, no trato com os filhos, para realmente ir reduzindo a violência das suas rotinas”, pontuou a psicóloga Denise Maldonado, 55, uma das palestrantes.

Para o empresário Roberto Leite, 38, que auxilia a instituição com som e iluminação e acaba participando das palestras, é sempre uma oportunidade de aprendizado. “A gente percebe o quanto as pessoas são mal informadas, que muitas mulheres não fazem queixas quando são agredidas porque não conhecem as leis”, afirmou. “Também dá para ver o quanto elas são unidas e se apoiam. Todo mundo veio de uma mulher, nunca podemos esquecer disso”, concluiu.

A violência doméstica fez parte muitos anos da vida da dona de casa Luana dos Montes, 31. Mãe de quatro filhos, atualmente ela confecciona adornos para cabelo. Foi nas oficinas da associação que ela retomou a atividade que já conhecia, mas que a situação adversa e a falta de autoestima a impediam de realizar. “Já sofri muitos tipos de violência causadas pelo meu ex-marido, mas hoje já aviso que, se o homem gritar comigo, já não vou querer mais”, declarou.

O encerramento da Campanha do Laço Branco ocorre no dia 13 de dezembro, às 19h, no Espaço Milano Buffet (Avenida da Saudade, 332, Vila Nossa Senhora das Vitórias), em Mauá. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Associação promove palestras para combater violência contra mulher

Ação integra Campanha do Laço Branco; 300 pessoas foram impactadas

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/12/2019 | 07:00


Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação Casa do Senhor, que fica no Jardim Zaíra, em Mauá, realiza a Campanha do Laço Branco. A mobilização, que começou em 1989 no Canadá (após Marc Lepine, 25 anos, assassinar a tiros 14 alunas de uma escola técnica), pretende engajar os homens no combate à violência contra a mulher. Desde o dia 25 de novembro, têm sido realizadas palestras sobre os diferentes tipos de agressão (psicológica, patrimonial, física, simbólicas). Cerca de 300 pessoas já foram sensibilizadas.

Presidente da instituição, Vanessa Leite, 34 anos, explica que neste ano a campanha ultrapassou as dependências da associação. “Levamos para igreja, associações de bairros, inclusive no Centro da cidade, e percebemos que a violência contra a mulher independe de classe social.”

“A gente recebe relatos de pessoas que participam e conseguem mudar pequenas atitudes nas suas vidas, nos relacionamentos, no trato com os filhos, para realmente ir reduzindo a violência das suas rotinas”, pontuou a psicóloga Denise Maldonado, 55, uma das palestrantes.

Para o empresário Roberto Leite, 38, que auxilia a instituição com som e iluminação e acaba participando das palestras, é sempre uma oportunidade de aprendizado. “A gente percebe o quanto as pessoas são mal informadas, que muitas mulheres não fazem queixas quando são agredidas porque não conhecem as leis”, afirmou. “Também dá para ver o quanto elas são unidas e se apoiam. Todo mundo veio de uma mulher, nunca podemos esquecer disso”, concluiu.

A violência doméstica fez parte muitos anos da vida da dona de casa Luana dos Montes, 31. Mãe de quatro filhos, atualmente ela confecciona adornos para cabelo. Foi nas oficinas da associação que ela retomou a atividade que já conhecia, mas que a situação adversa e a falta de autoestima a impediam de realizar. “Já sofri muitos tipos de violência causadas pelo meu ex-marido, mas hoje já aviso que, se o homem gritar comigo, já não vou querer mais”, declarou.

O encerramento da Campanha do Laço Branco ocorre no dia 13 de dezembro, às 19h, no Espaço Milano Buffet (Avenida da Saudade, 332, Vila Nossa Senhora das Vitórias), em Mauá. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;