Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Mário Prata lança livro policial



11/05/2010 | 07:00


A inspiração, às vezes, vem por caminhos tortos - ao perceber que seu contador desviara boa parte do dinheiro que reservara para o pagamento de impostos, o escritor Mario Prata decidiu informar a Receita Federal. Mas a boa ação foi entendida como confissão de culpa e ele passou a ser tratado como suspeito pelo órgão público. "Se eu ficasse quieto, em cinco anos prescreveria", reclama Prata que, a partir do infortúnio, criou a trama de "Os Viúvos", romance policial que lança hoje na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, marcando sua estreia na editora Leya.

Ambientado em Florianópolis, capital onde Mario Prata vive desde 2000, o romance traz uma nova aventura do detetive Ugo Fioravanti e seu fiel auxiliar Darwin Matarazzo. Desta vez, o ex-policial federal precisa descobrir quem se esconde por trás das iniciais E.R.N., Um louco que, entediado, avisa por e-mail que praticará uma série de crimes. Ao mesmo tempo, o detetive se ocupa em desvendar dois sequestros, além de encontrar a mulher que tem um específico par de nádegas, a pedido de um príncipe de Dubai.

"Eu não escreveria essa história não fosse uma situação tão absurda como meu problema com a Receita", conta o escritor que, como em um exercício de autoexorcismo, criou uma trama de mistério temperada com um humor tremendamente ácido. Com notas de rodapé, Prata demonstra como o cotidiano é alimento vital para sua prosa.

Outro exemplo em que a realidade se mistura à ficção está delineada no personagem do deputado Edmar Moreira, que não declara ter um castelo entre suas propriedades.

A partir de uma crítica sobre a política brasileira de cobrança de impostos, ele traça um perfil agridoce sobre uma realidade preocupante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mário Prata lança livro policial


11/05/2010 | 07:00


A inspiração, às vezes, vem por caminhos tortos - ao perceber que seu contador desviara boa parte do dinheiro que reservara para o pagamento de impostos, o escritor Mario Prata decidiu informar a Receita Federal. Mas a boa ação foi entendida como confissão de culpa e ele passou a ser tratado como suspeito pelo órgão público. "Se eu ficasse quieto, em cinco anos prescreveria", reclama Prata que, a partir do infortúnio, criou a trama de "Os Viúvos", romance policial que lança hoje na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, marcando sua estreia na editora Leya.

Ambientado em Florianópolis, capital onde Mario Prata vive desde 2000, o romance traz uma nova aventura do detetive Ugo Fioravanti e seu fiel auxiliar Darwin Matarazzo. Desta vez, o ex-policial federal precisa descobrir quem se esconde por trás das iniciais E.R.N., Um louco que, entediado, avisa por e-mail que praticará uma série de crimes. Ao mesmo tempo, o detetive se ocupa em desvendar dois sequestros, além de encontrar a mulher que tem um específico par de nádegas, a pedido de um príncipe de Dubai.

"Eu não escreveria essa história não fosse uma situação tão absurda como meu problema com a Receita", conta o escritor que, como em um exercício de autoexorcismo, criou uma trama de mistério temperada com um humor tremendamente ácido. Com notas de rodapé, Prata demonstra como o cotidiano é alimento vital para sua prosa.

Outro exemplo em que a realidade se mistura à ficção está delineada no personagem do deputado Edmar Moreira, que não declara ter um castelo entre suas propriedades.

A partir de uma crítica sobre a política brasileira de cobrança de impostos, ele traça um perfil agridoce sobre uma realidade preocupante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;