Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Lote de objetos da princesa Margareth é vendido a US$ 25 milhões


Da AFP

14/06/2006 | 20:13


A venda dos objetos que pertenceram à princesa Margareth da Inglaterra, leiloados por seus dois filhos para pagar os impostos de herança, totalizou 13,6 milhões de libras (US$ 25,1 milhões de dólares), na terça e nesta quarta-feira, na Casa Christie's, em Londres.

Após os 9,5 milhões de libras (US$ 17,5 milhões de dólares) obtidos ontem no leilão de 200 jóias da princesa, a venda hoje de 600 objetos colecionados por Margareth arrematou 4,06 milhões de libras (US$ 7,4 milhões de dólares).

A Christie's tinha previsto que o leilão de 800 pertences de Margareth, entre jóias, móveis, pinturas, vasos, leques e outras antiguidades e obras de arte, chegaria a três milhões de libras (US$5,5 milhões de dólares), mas os resultados destes dois dias foram quatro vezes acima do esperado.

"Vendeu-se tudo, 100% das 800 peças postas no mercado, o que é histórico, sem precedentes", anunciou a casa de leilões.

Durante dois dias, as cinco salas da Christie's reservadas para o leilão foram ocupadas por ingleses, japoneses, australianos, suíços, russos e franceses.

A estrela desta quarta-feira foi um romântico retrato de Margareth envolta em uma capa, feito em 1957 por Pietro Annigoni e que impôs um recorde mundial para o artista, ao alcançar 680.000 libras (US$ 1,2 milhão de dólares), o triplo das previsões.

Embora o comprador tenha pedido o anonimato, a Christie's disse que o retrato da irmã caçula da rainha Elizabeth permanecerá no país.

Uma cigarreira de ouro e safiras, da Cartier, foi vendida por 102.000 libras, 20 vezes o valor inicial estimado em 3.000-5.000 libras.

Dois dos lotes que seriam postos à venda nesta quarta, entre eles um crucifixo do artista francês Lalique, que pertenceu à mãe de Margareth, foram retirados do leilão, acrescentou a Christie's.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lote de objetos da princesa Margareth é vendido a US$ 25 milhões

Da AFP

14/06/2006 | 20:13


A venda dos objetos que pertenceram à princesa Margareth da Inglaterra, leiloados por seus dois filhos para pagar os impostos de herança, totalizou 13,6 milhões de libras (US$ 25,1 milhões de dólares), na terça e nesta quarta-feira, na Casa Christie's, em Londres.

Após os 9,5 milhões de libras (US$ 17,5 milhões de dólares) obtidos ontem no leilão de 200 jóias da princesa, a venda hoje de 600 objetos colecionados por Margareth arrematou 4,06 milhões de libras (US$ 7,4 milhões de dólares).

A Christie's tinha previsto que o leilão de 800 pertences de Margareth, entre jóias, móveis, pinturas, vasos, leques e outras antiguidades e obras de arte, chegaria a três milhões de libras (US$5,5 milhões de dólares), mas os resultados destes dois dias foram quatro vezes acima do esperado.

"Vendeu-se tudo, 100% das 800 peças postas no mercado, o que é histórico, sem precedentes", anunciou a casa de leilões.

Durante dois dias, as cinco salas da Christie's reservadas para o leilão foram ocupadas por ingleses, japoneses, australianos, suíços, russos e franceses.

A estrela desta quarta-feira foi um romântico retrato de Margareth envolta em uma capa, feito em 1957 por Pietro Annigoni e que impôs um recorde mundial para o artista, ao alcançar 680.000 libras (US$ 1,2 milhão de dólares), o triplo das previsões.

Embora o comprador tenha pedido o anonimato, a Christie's disse que o retrato da irmã caçula da rainha Elizabeth permanecerá no país.

Uma cigarreira de ouro e safiras, da Cartier, foi vendida por 102.000 libras, 20 vezes o valor inicial estimado em 3.000-5.000 libras.

Dois dos lotes que seriam postos à venda nesta quarta, entre eles um crucifixo do artista francês Lalique, que pertenceu à mãe de Margareth, foram retirados do leilão, acrescentou a Christie's.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;