Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians vence o Palmeiras por 4x3 na Libertadores


Do Diário do Grande ABC

31/05/2000 | 00:38


Em um clássico emocionante, o Corinthians deu um passo importante rumo a uma final inédita da Taça Libertadores da América, ao vencer o Palmeiras por 4 a 3, hoje à noite, no Morumbi. O Alvinegro chegou a estar ganhando por 3 a 1, mas cedeu a igualdade ao rival. No último minuto de jogo, porém, Vampeta desempatou. Com o resultado, os corintianos têm a vantagem de jogar por um empate, na segunda partida, terça-feira também no Morumbi. O Palmeiras precisa ganhar por uma diferença de dois gols. Um vitória simples levará a decisao aos pênaltis.

O primeiro tempo foi muito equilibrado. As equipes alternaram bons e maus momentos. O Corinthians começou melhor e criou as melhores chances de gol, apesar de o técnico Oswaldo de Oliveira ter declarado, na véspera da partida, que o time atuaria com cautela, priorizando a marcaçao. Logo aos 9 minutos, Edílson invadiu a área e exigiu uma grande defesa de Marcos. No rebote, Luizao cabeceou e Roque Júnior conseguiu anular a jogada, quase em cima da linha.

A defesa palmeirense parecia desatenta. Aos 14, num lance parecido, foi a vez de Ricardinho surgir com liberdade por trás dos zagueiros adversários, após passe de Edu. O meia completou com um chute cruzado, de esquerda: 1 a 0. O Corinthians ainda perdeu duas boas oportunidades, com Marcelinho, de falta e, de novo, com Ricardinho, num arremate perigoso, de pé direito.

O Palmeiras reagiu com Júnior, aos 39 minutos. O lateral chutou forte, a bola desviou no zagueiro Fábio Luciano, bateu no travessao e entrou. Dida nada pôde fazer. O time cresceu em campo. Os corintianos ficaram retrancados no setor defensivo, tentando explorar os contra-ataques. Numa descida rápida, Marcelinho arriscou um chute de longe. A bola, desta vez, desviou em Argel e enganou Marcos. O gol desequilibrou o Palmeiras.

Na etapa final, o clássico tornou-se nervoso. Atletas de ambas as equipes passaram a abusar das entradas mais bruscas e a reclamar do árbitro Edílson Pereira de Carvalho. O juiz nao soube coibir a indisciplina. O Corinthians aproveitou o momento de instabilidade do adversário para ampliar o placar, aos 10 minutos. Edu, em outra boa assistência, avançou pela esquerda e cruzou para Edílson, sem marcaçao, fazer o terceiro gol, de cabeça. O Alvinegro até poderia ter goleado o rival, mas nao conseguiu. Aos 30, o Palmeiras provou ainda estar vivo na disputa. Júnior cruzou para Alex, que, também de cabeça, venceu o zagueiro Adílson e marcou o seu centésimo gol na carreira: 3 a 2.

O meia comandou ainda a jogada do empate palmeirense. Euller fez o gol, aos 37 minutos. Vampeta, contudo, fez o quarto gol aos 45, num chute desviado em Roque Júnior. As equipes voltam a jogar quinta, pela Copa do Brasil. O Corinthians recebe o Botafogo do Rio, enquanto o Palmeiras enfrenta o ABC, em Natal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians vence o Palmeiras por 4x3 na Libertadores

Do Diário do Grande ABC

31/05/2000 | 00:38


Em um clássico emocionante, o Corinthians deu um passo importante rumo a uma final inédita da Taça Libertadores da América, ao vencer o Palmeiras por 4 a 3, hoje à noite, no Morumbi. O Alvinegro chegou a estar ganhando por 3 a 1, mas cedeu a igualdade ao rival. No último minuto de jogo, porém, Vampeta desempatou. Com o resultado, os corintianos têm a vantagem de jogar por um empate, na segunda partida, terça-feira também no Morumbi. O Palmeiras precisa ganhar por uma diferença de dois gols. Um vitória simples levará a decisao aos pênaltis.

O primeiro tempo foi muito equilibrado. As equipes alternaram bons e maus momentos. O Corinthians começou melhor e criou as melhores chances de gol, apesar de o técnico Oswaldo de Oliveira ter declarado, na véspera da partida, que o time atuaria com cautela, priorizando a marcaçao. Logo aos 9 minutos, Edílson invadiu a área e exigiu uma grande defesa de Marcos. No rebote, Luizao cabeceou e Roque Júnior conseguiu anular a jogada, quase em cima da linha.

A defesa palmeirense parecia desatenta. Aos 14, num lance parecido, foi a vez de Ricardinho surgir com liberdade por trás dos zagueiros adversários, após passe de Edu. O meia completou com um chute cruzado, de esquerda: 1 a 0. O Corinthians ainda perdeu duas boas oportunidades, com Marcelinho, de falta e, de novo, com Ricardinho, num arremate perigoso, de pé direito.

O Palmeiras reagiu com Júnior, aos 39 minutos. O lateral chutou forte, a bola desviou no zagueiro Fábio Luciano, bateu no travessao e entrou. Dida nada pôde fazer. O time cresceu em campo. Os corintianos ficaram retrancados no setor defensivo, tentando explorar os contra-ataques. Numa descida rápida, Marcelinho arriscou um chute de longe. A bola, desta vez, desviou em Argel e enganou Marcos. O gol desequilibrou o Palmeiras.

Na etapa final, o clássico tornou-se nervoso. Atletas de ambas as equipes passaram a abusar das entradas mais bruscas e a reclamar do árbitro Edílson Pereira de Carvalho. O juiz nao soube coibir a indisciplina. O Corinthians aproveitou o momento de instabilidade do adversário para ampliar o placar, aos 10 minutos. Edu, em outra boa assistência, avançou pela esquerda e cruzou para Edílson, sem marcaçao, fazer o terceiro gol, de cabeça. O Alvinegro até poderia ter goleado o rival, mas nao conseguiu. Aos 30, o Palmeiras provou ainda estar vivo na disputa. Júnior cruzou para Alex, que, também de cabeça, venceu o zagueiro Adílson e marcou o seu centésimo gol na carreira: 3 a 2.

O meia comandou ainda a jogada do empate palmeirense. Euller fez o gol, aos 37 minutos. Vampeta, contudo, fez o quarto gol aos 45, num chute desviado em Roque Júnior. As equipes voltam a jogar quinta, pela Copa do Brasil. O Corinthians recebe o Botafogo do Rio, enquanto o Palmeiras enfrenta o ABC, em Natal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;