Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Marcelinho Carioca provoca divergência


Do Diário do Grande ABC
Com Agências

28/12/2000 | 00:43


O Cruzeiro admite que está próximo de contratar Marcelinho Carioca, mas o meia-atacante e o próprio Corinthians negam possíveis avanços nas negociaçoes. Em Belo Horizonte, fala-se que o vice-presidente de futebol do clube mineiro, Alvimar Perrella, estaria hoje em Sao Paulo para acertar os detalhes da transferência. Na capital, seu colega Antônio Roque Citadini garante que o craque nao sai do Parque Sao Jorge.

Perrella aproveitou as últimas entrevistas para divulgar a boa notícia aos torcedores do Cruzeiro. Segundo ele, o presidente Alberto Dualib e representantes da Hicks Muse - que patrocina os dois lados - concordaram em ceder Marcelinho pelo menos para a Copa Libertadores da América. "Nosso parceiro (a Hicks Muse) conseguiu convencer o Corinthians. Falta definir os salários", comemorou.

A diretoria do Corinthians contestou as notícias da imprensa de Minas. Citadini avisou que nao adianta o Cruzeiro pressionar, pois o jogador é inegociável. Ao que Marcelinho acrescentou. "Nao falo mais do assunto. Vale tudo o que já disse antes,. Vou cumprir mais quatro anos de contrato", reafirmou.

O gerente de futebol Edvar Simoes até sugeriu aos jornalistas que procurassem Perrella para saber detalhes da viagem a Sao Paulo para negociar diretamente com Marcelinho. "Isso é novidade para todos nós", observou.

Na hora do almoço, Dualib e Citadini recepcionaram o futuro secretário municipal de Habitaçao, o deputado estadual Paulo Teixeira, que assume a pasta segunda-feira, quando a prefeita Marta Suplicy substitui Celso Pitta.

Teixeira se colocou à disposiçao do Corinthians para ajudar nas obras de conclusao do Centro de Treinamento de Itaquera e da Vila Olímpica, na rodovia Ayrton Senna. Só nao explicou como a Prefeitura poderia interferir.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marcelinho Carioca provoca divergência

Do Diário do Grande ABC
Com Agências

28/12/2000 | 00:43


O Cruzeiro admite que está próximo de contratar Marcelinho Carioca, mas o meia-atacante e o próprio Corinthians negam possíveis avanços nas negociaçoes. Em Belo Horizonte, fala-se que o vice-presidente de futebol do clube mineiro, Alvimar Perrella, estaria hoje em Sao Paulo para acertar os detalhes da transferência. Na capital, seu colega Antônio Roque Citadini garante que o craque nao sai do Parque Sao Jorge.

Perrella aproveitou as últimas entrevistas para divulgar a boa notícia aos torcedores do Cruzeiro. Segundo ele, o presidente Alberto Dualib e representantes da Hicks Muse - que patrocina os dois lados - concordaram em ceder Marcelinho pelo menos para a Copa Libertadores da América. "Nosso parceiro (a Hicks Muse) conseguiu convencer o Corinthians. Falta definir os salários", comemorou.

A diretoria do Corinthians contestou as notícias da imprensa de Minas. Citadini avisou que nao adianta o Cruzeiro pressionar, pois o jogador é inegociável. Ao que Marcelinho acrescentou. "Nao falo mais do assunto. Vale tudo o que já disse antes,. Vou cumprir mais quatro anos de contrato", reafirmou.

O gerente de futebol Edvar Simoes até sugeriu aos jornalistas que procurassem Perrella para saber detalhes da viagem a Sao Paulo para negociar diretamente com Marcelinho. "Isso é novidade para todos nós", observou.

Na hora do almoço, Dualib e Citadini recepcionaram o futuro secretário municipal de Habitaçao, o deputado estadual Paulo Teixeira, que assume a pasta segunda-feira, quando a prefeita Marta Suplicy substitui Celso Pitta.

Teixeira se colocou à disposiçao do Corinthians para ajudar nas obras de conclusao do Centro de Treinamento de Itaquera e da Vila Olímpica, na rodovia Ayrton Senna. Só nao explicou como a Prefeitura poderia interferir.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;