Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidatos de oposição em Ribeirão vão concentrar forças contra o PT


Marcos Palhares
Do Diário do Grande ABC

12/04/2004 | 21:01


Os quatro pré-candidatos a prefeito de Ribeirão Pires por grupos de oposição já admitem concentrar suas forças contra o candidato da situação, o vice-prefeito Jair Diniz (PT). Para Cezar de Carvalho (PSDB), Clóvis Volpi (PV), Luiz Carlos Grecco (PL) e Valdírio Prisco (PMDB), o fato do município ter eleição em turno único limita o número de candidaturas fortes, com chances reais de chegar ao poder. Por isso, todos acreditam em possíveis coligações. O problema é saber quem estaria disposto a abandonar a disputa – Volpi e Grecco mostraram-se mais maleáveis, Prisco foi cauteloso e Carvalho, irredutível.

“O PSDB disputa como o grande partido de oposição ao PT. Por isso, não abrimos mão de sermos cabeça de chapa nessa eleição”, sentenciou o pré-candidato tucano, que admitiu, porém, as negociações para coligação. “O PL, o PMDB e o PV já definiram seus candidatos a vice, só a gente que não. Exatamente porque estamos conversando com esses partidos para uma possível união em torno de minha candidatura. Acredito que uma ou duas dessas candidaturas não conseguem se sustentar até junho”, comentou Carvalho.

Apesar de ter sinalizado Jorge Mitidiero como vice, o PL parece ser o mais favorável a convergência entre os grupos de oposição. “Estamos coligados com o PP e Maria de Lurdes Zampol poderia entrar como vice. Mas estamos conversando com o PV, o PMDB e o PSDB, para avaliar a possibilidade de coligação”, afirmou Grecco. Em sua opinião, as pesquisas eleitorais – públicas e internas (dos partidos) – poderão apontar o nome mais forte. “Depende do que o eleitorado sinalizar. De minha parte, para mudar o que está aí e para o bem da cidade, não teria problema nenhum em desistir”, revelou.

Além do PL, que deverá providenciar uma pesquisa própria em maio, o PV também pretende negociar com os outros partidos de oposição munido de dados concretos. “Faremos uma pesquisa entre os dias 15 e 20 deste mês. Nosso partido está aberto e acredito que ninguém ainda definiu o que fazer”, comentou Volpi. Por enquanto, o vereador Saulo Benevides (PTB) é o seu pré-candidato a vice-prefeito. “Não vamos ficar batendo a cabeça em ponta de faca. Se entendermos que têm outros nomes com mais chances, abrimos mão da candidatura própria”, disse o pré-candidato do PV.

Para Prisco, do PMDB, “sempre há possibilidade de coligação”. “Muita coisa pode mudar até julho, quando as candidaturas devem ser registradas. Mesmo assim, pode haver desistências”, observou, sem entrar em detalhes sobre as negociações presentes. Por enquanto, Lair Moura Salavilla, do PRP, é a vice em sua chapa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Candidatos de oposição em Ribeirão vão concentrar forças contra o PT

Marcos Palhares
Do Diário do Grande ABC

12/04/2004 | 21:01


Os quatro pré-candidatos a prefeito de Ribeirão Pires por grupos de oposição já admitem concentrar suas forças contra o candidato da situação, o vice-prefeito Jair Diniz (PT). Para Cezar de Carvalho (PSDB), Clóvis Volpi (PV), Luiz Carlos Grecco (PL) e Valdírio Prisco (PMDB), o fato do município ter eleição em turno único limita o número de candidaturas fortes, com chances reais de chegar ao poder. Por isso, todos acreditam em possíveis coligações. O problema é saber quem estaria disposto a abandonar a disputa – Volpi e Grecco mostraram-se mais maleáveis, Prisco foi cauteloso e Carvalho, irredutível.

“O PSDB disputa como o grande partido de oposição ao PT. Por isso, não abrimos mão de sermos cabeça de chapa nessa eleição”, sentenciou o pré-candidato tucano, que admitiu, porém, as negociações para coligação. “O PL, o PMDB e o PV já definiram seus candidatos a vice, só a gente que não. Exatamente porque estamos conversando com esses partidos para uma possível união em torno de minha candidatura. Acredito que uma ou duas dessas candidaturas não conseguem se sustentar até junho”, comentou Carvalho.

Apesar de ter sinalizado Jorge Mitidiero como vice, o PL parece ser o mais favorável a convergência entre os grupos de oposição. “Estamos coligados com o PP e Maria de Lurdes Zampol poderia entrar como vice. Mas estamos conversando com o PV, o PMDB e o PSDB, para avaliar a possibilidade de coligação”, afirmou Grecco. Em sua opinião, as pesquisas eleitorais – públicas e internas (dos partidos) – poderão apontar o nome mais forte. “Depende do que o eleitorado sinalizar. De minha parte, para mudar o que está aí e para o bem da cidade, não teria problema nenhum em desistir”, revelou.

Além do PL, que deverá providenciar uma pesquisa própria em maio, o PV também pretende negociar com os outros partidos de oposição munido de dados concretos. “Faremos uma pesquisa entre os dias 15 e 20 deste mês. Nosso partido está aberto e acredito que ninguém ainda definiu o que fazer”, comentou Volpi. Por enquanto, o vereador Saulo Benevides (PTB) é o seu pré-candidato a vice-prefeito. “Não vamos ficar batendo a cabeça em ponta de faca. Se entendermos que têm outros nomes com mais chances, abrimos mão da candidatura própria”, disse o pré-candidato do PV.

Para Prisco, do PMDB, “sempre há possibilidade de coligação”. “Muita coisa pode mudar até julho, quando as candidaturas devem ser registradas. Mesmo assim, pode haver desistências”, observou, sem entrar em detalhes sobre as negociações presentes. Por enquanto, Lair Moura Salavilla, do PRP, é a vice em sua chapa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;