Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ministro põe em dúvida eleições argentinas


Das Agências

26/12/2001 | 11:30


O ministro argentino do Trabalho, Oraldo Britos, afirmou esta quarta-feira que se o presidente interino Adolfo Rodríguez Saá desempenhar um bom governo poderá continuar no poder até 2003, adiando assim as eleições que estão marcadas para o próximo dia 3 de março.

"Se Adolfo puder reverter isto, se concretizar tudo, a música será outra. Esta confiança que lhe foi dada, este pouquinho de confiança que o povo ainda tinha, não sei, os tempos dirão, vocês sabem como é a política", disse Britos ao ser interrogado pela Rádio 10 sobre se fará ou não comícios.

O peronista Rodríguez Saá foi eleito domingo passado por unanimidade no Congresso, com a missão de convocar as eleições de 3 de março para completar o mandato radical do então presidente Fernando De la Rúa, que renunciou em meio à onda de violência social e cujo mandato terminaria em 10 de dezembro de 2003.

Britos é dirigente sindical e ex-deputado da província de San Luis, que Rodríguez Saá governou durante 18 anos. "Não tenho nada a esconder, para mim Rodríguez Saá foi um bom governador e vai ser um bom presidente", disse o ministro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministro põe em dúvida eleições argentinas

Das Agências

26/12/2001 | 11:30


O ministro argentino do Trabalho, Oraldo Britos, afirmou esta quarta-feira que se o presidente interino Adolfo Rodríguez Saá desempenhar um bom governo poderá continuar no poder até 2003, adiando assim as eleições que estão marcadas para o próximo dia 3 de março.

"Se Adolfo puder reverter isto, se concretizar tudo, a música será outra. Esta confiança que lhe foi dada, este pouquinho de confiança que o povo ainda tinha, não sei, os tempos dirão, vocês sabem como é a política", disse Britos ao ser interrogado pela Rádio 10 sobre se fará ou não comícios.

O peronista Rodríguez Saá foi eleito domingo passado por unanimidade no Congresso, com a missão de convocar as eleições de 3 de março para completar o mandato radical do então presidente Fernando De la Rúa, que renunciou em meio à onda de violência social e cujo mandato terminaria em 10 de dezembro de 2003.

Britos é dirigente sindical e ex-deputado da província de San Luis, que Rodríguez Saá governou durante 18 anos. "Não tenho nada a esconder, para mim Rodríguez Saá foi um bom governador e vai ser um bom presidente", disse o ministro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;