Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Modelos jogam futebol em 'Belíssima'


Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

09/05/2006 | 08:19


Um jogo de futebol nada convencional promete agitar o capítulo de terça-feira da novela Belíssima (Globo), o folhetim das nove de Sílvio de Abreu. Num cenário mais paulistano impossível, o estádio do Pacaembu, o vilão André (Marcello Antony) comanda o lançamento da linha popular de lingeries da fábrica de roupa íntima, a marca Lindona, numa ousada ação de marketing.

Lideradas por Érica (Leticia Birkheuer) e Giovana (Paola Oliveira), modelos vestidas apenas de calcinha e sutiã aparecem em campo disputando uma partida antes do clássico São Paulo e Corinthians. O jogo real ocorreu domingo em São José do Rio Preto (SP), por determinação da Justiça, depois que o Pacaembu foi interditado devido ao episódio de violência da torcida corintiana, durante partida contra o River Plate, na última quinta-feira. A interdição do estádio atrapalhou as gravações das cenas que seriam feitas no domingo, na preliminar do jogo de verdade.

"O esforço da produção era para que acontecesse interação entre jogo real e ficção. O que irá ao ar não mudará, mas durante as gravações não será possível essa interatividade", lamentou no dia das filmagens o diretor geral de Belíssima, Luiz Henrique Rios.

Enquanto as modelos disputam a partida, as famílias das garotas acompanham o jogo pela televisão. As mães Safira (Cláudia Raia) e Júlia (Glória Pires) temem que algo dê errado durante a partida. André e Alberto (Alexandre Borges) torcem pelo sucesso da ação.

Antes das beldades pisarem no gramado, Cyro Laurenza (Nicola Siri) e Rebeca (Carolina Ferraz) concedem algumas entrevistas. Nesse momento Júlia descobre que o tal Cyro Laurenza de quem anda ouvindo falar é o pai de Érica. Ela se preocupa, pois os dois têm se encontrado sem saber que são pai e filha.

Antes do término da campanha de lançamento da Lindona, marca criada por André quando ele ainda era apenas diretor da empresa e nos tempos em que todo mundo acreditava nele, Giovana e Érica marcam gols para seus respectivos times. O jogo termina empatado e os torcedores recebem com entusiasmo a nova linha de lingeries.

Mistério – Que Bia Falcão (Fernanda Montenegro) não está morta, todo mundo já sabe. Mas nesta semana, dois outros personagens se envolverão na trama de mistérios de Belíssima. Primeiro será Ornela (Vera Holtz) que começará a receber telefonemas estranhos, o que deixará Matheus (Cauã Reymond) receoso em relação à mulher.

Tosca, a fofoqueira mãe de Fladson, que parecia ser mais uma personagem que apenas abrilhantava o núcleo cômico na novela, passará a ser alvo de vários interesses. É que, na verdade, ela é a famosa mulher do orfanato, aquela que sabe que Bia Falcão teve um filho ou filha.

Possivelmente, seu Quiqui é um dos que também sabem mais dessa história, já que durante o casamento de Mônica (Camila Pitanga), Tosca o encarou várias vezes, como se estivesse se lembrando de alguma coisa.

Falando no perigoso pai de André, esta semana ele sofrerá um enfarte e será internado. Depois de receber uma visita misteriosa, ele ficará desesperado e fugirá do hospital apavorado.

Já em casa, aproveitará para queimar uma pilha de papéis, que possivelmente contém informações comprometedoras. É no fim da semana também que Júlia descobrirá que as jóias encontradas junto aos restos mortais de Bia não passavam de imitações.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Modelos jogam futebol em 'Belíssima'

Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

09/05/2006 | 08:19


Um jogo de futebol nada convencional promete agitar o capítulo de terça-feira da novela Belíssima (Globo), o folhetim das nove de Sílvio de Abreu. Num cenário mais paulistano impossível, o estádio do Pacaembu, o vilão André (Marcello Antony) comanda o lançamento da linha popular de lingeries da fábrica de roupa íntima, a marca Lindona, numa ousada ação de marketing.

Lideradas por Érica (Leticia Birkheuer) e Giovana (Paola Oliveira), modelos vestidas apenas de calcinha e sutiã aparecem em campo disputando uma partida antes do clássico São Paulo e Corinthians. O jogo real ocorreu domingo em São José do Rio Preto (SP), por determinação da Justiça, depois que o Pacaembu foi interditado devido ao episódio de violência da torcida corintiana, durante partida contra o River Plate, na última quinta-feira. A interdição do estádio atrapalhou as gravações das cenas que seriam feitas no domingo, na preliminar do jogo de verdade.

"O esforço da produção era para que acontecesse interação entre jogo real e ficção. O que irá ao ar não mudará, mas durante as gravações não será possível essa interatividade", lamentou no dia das filmagens o diretor geral de Belíssima, Luiz Henrique Rios.

Enquanto as modelos disputam a partida, as famílias das garotas acompanham o jogo pela televisão. As mães Safira (Cláudia Raia) e Júlia (Glória Pires) temem que algo dê errado durante a partida. André e Alberto (Alexandre Borges) torcem pelo sucesso da ação.

Antes das beldades pisarem no gramado, Cyro Laurenza (Nicola Siri) e Rebeca (Carolina Ferraz) concedem algumas entrevistas. Nesse momento Júlia descobre que o tal Cyro Laurenza de quem anda ouvindo falar é o pai de Érica. Ela se preocupa, pois os dois têm se encontrado sem saber que são pai e filha.

Antes do término da campanha de lançamento da Lindona, marca criada por André quando ele ainda era apenas diretor da empresa e nos tempos em que todo mundo acreditava nele, Giovana e Érica marcam gols para seus respectivos times. O jogo termina empatado e os torcedores recebem com entusiasmo a nova linha de lingeries.

Mistério – Que Bia Falcão (Fernanda Montenegro) não está morta, todo mundo já sabe. Mas nesta semana, dois outros personagens se envolverão na trama de mistérios de Belíssima. Primeiro será Ornela (Vera Holtz) que começará a receber telefonemas estranhos, o que deixará Matheus (Cauã Reymond) receoso em relação à mulher.

Tosca, a fofoqueira mãe de Fladson, que parecia ser mais uma personagem que apenas abrilhantava o núcleo cômico na novela, passará a ser alvo de vários interesses. É que, na verdade, ela é a famosa mulher do orfanato, aquela que sabe que Bia Falcão teve um filho ou filha.

Possivelmente, seu Quiqui é um dos que também sabem mais dessa história, já que durante o casamento de Mônica (Camila Pitanga), Tosca o encarou várias vezes, como se estivesse se lembrando de alguma coisa.

Falando no perigoso pai de André, esta semana ele sofrerá um enfarte e será internado. Depois de receber uma visita misteriosa, ele ficará desesperado e fugirá do hospital apavorado.

Já em casa, aproveitará para queimar uma pilha de papéis, que possivelmente contém informações comprometedoras. É no fim da semana também que Júlia descobrirá que as jóias encontradas junto aos restos mortais de Bia não passavam de imitações.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;