Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grupo Abu Sayyaf ameaça decapitar refém americano em Jolo


Do Diário do Grande ABC

30/08/2000 | 09:16


O grupo Abu Sayyaf (grupo muçulmano separatista que luta por um Estado islâmico independente) que seqüestrou o cidadao americano Jeffrey Craig Schilling, 24 anos, na segunda-feira, ameaçou decapitá-lo caso Ramzi Yussef, condenado por um atentado a um centro comercial de Nova York, nao seja libertado.

Essa facçao do movimento rebelde Abu Sayyad decapitou dois reféns filipinos em abril, na ilha vizinha de Basilan e executou outros quatro, entre eles um sacerdote católico, em maio, quando o Exército filipino tentava resgatar os reféns.

Os Estados Unidos afirmaram que necessitam da ajuda do governo filipino para negociar a libertaçao do refém, que está preso junto com outros seis reféns.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo Abu Sayyaf ameaça decapitar refém americano em Jolo

Do Diário do Grande ABC

30/08/2000 | 09:16


O grupo Abu Sayyaf (grupo muçulmano separatista que luta por um Estado islâmico independente) que seqüestrou o cidadao americano Jeffrey Craig Schilling, 24 anos, na segunda-feira, ameaçou decapitá-lo caso Ramzi Yussef, condenado por um atentado a um centro comercial de Nova York, nao seja libertado.

Essa facçao do movimento rebelde Abu Sayyad decapitou dois reféns filipinos em abril, na ilha vizinha de Basilan e executou outros quatro, entre eles um sacerdote católico, em maio, quando o Exército filipino tentava resgatar os reféns.

Os Estados Unidos afirmaram que necessitam da ajuda do governo filipino para negociar a libertaçao do refém, que está preso junto com outros seis reféns.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;