Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Morre fotógrafo premiado por trabalho no Vietnã


Da AFP

20/09/2004 | 13:47


O fotógrafo americano Eddie Adams, que ganhou fama internacional com a dramática foto da execução de um vietcongue numa rua de Saigon, morreu no fim de semana vítima do mal de Lou Gehrig.

"Eddie Adams morreu hoje cedo, após vários meses lutando contra o ALS (sigla em inglês para a doença). Agradecemos todo o apoio da nossa comunidade com ele", informou num comunicado divulgado no domingo pelo Eddie Adams Workshop, uma oficina de fotografia situada em Jeffersonville (Nova York).

Adams cobriu vários conflitos como fotojornalista de guerra, além de ser autor de fotos muito vívidas do trompetista americano Louis Armstrong, do ativista negro Malcom X, do presidente Ronald Reagan e de outras personalidades.

No entanto, ele se tornou famoso pela foto feita em 1969 do assassinato do guerrilheiro vietnamita, tirada no momento em que o assassino atirou à queima-roupa contra sua cabeça. A foto garantiu a ele o consagrado Prêmio Pulitzer.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morre fotógrafo premiado por trabalho no Vietnã

Da AFP

20/09/2004 | 13:47


O fotógrafo americano Eddie Adams, que ganhou fama internacional com a dramática foto da execução de um vietcongue numa rua de Saigon, morreu no fim de semana vítima do mal de Lou Gehrig.

"Eddie Adams morreu hoje cedo, após vários meses lutando contra o ALS (sigla em inglês para a doença). Agradecemos todo o apoio da nossa comunidade com ele", informou num comunicado divulgado no domingo pelo Eddie Adams Workshop, uma oficina de fotografia situada em Jeffersonville (Nova York).

Adams cobriu vários conflitos como fotojornalista de guerra, além de ser autor de fotos muito vívidas do trompetista americano Louis Armstrong, do ativista negro Malcom X, do presidente Ronald Reagan e de outras personalidades.

No entanto, ele se tornou famoso pela foto feita em 1969 do assassinato do guerrilheiro vietnamita, tirada no momento em que o assassino atirou à queima-roupa contra sua cabeça. A foto garantiu a ele o consagrado Prêmio Pulitzer.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;