Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Curiosidades sobre chocolate

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

01/04/2012 | 07:00


Os chocólatras não saberiam o prazer que é comer o doce se não fossem as sementes torradas do cacau. Muitos acreditam que o fruto seja originário da Floresta Amazônica e que se espalhou por vários países das Américas. Antes de os colonizadores chegarem ao continente, no século 16, povos indígenas já cultivavam.Os astecas, que viviam no México, consideravam-o sagrado e  valioso, por isso, o utilizavam como moeda. Criaram bebida chamada tchocolath - daí vem o nome chocolate - usada como remédio e em rituais sagrados.

No início do século 16, o explorador Hernán Cortez conheceu o fruto com os astecas. Ao notar que tinha muito valor, resolveu levar as sementes para o rei espanhol Carlos V. Na época, as pessoas não gostaram da bebida. O cacau só se popularizou na Europa anos depois, quando o navegador Cristóvão Colombo chegou à Espanha com outro carregamento do produto.

Aos poucos, acrescentaram açúcar e outros ingredientes, como vinho e leite, à bebida. A receita se espalhou e se desenvolveu até se transformar no chocolate que conquistou o mundo. No fim do século 18, os ingleses começaram a produzir em forma de barra. O conhecido ovo de Páscoa foi criado no século 19. Antes, as pessoas pintavam ovos cozidos para presentear família e amigos. Ainda há esse costume em alguns países europeus.

CULTIVO - O cacau precisa de solo rico em nutrientes, calor e muita umidade, como ocorre na região amazônica. Foi levado ao Sul da Bahia pelo colonizador francês Louis Frederick Warneaux, em 1746. Até hoje, o Estado é responsável por produzir mais da metade do cacau brasileiro. O Brasil ocupa a sexta posição em produção, enquanto os principais produtores do mundo se encontram na Costa do Marfim, Gana, Nigéria e Camarões, na África, além da Indonésia, na Ásia. Além do chocolate, o fruto é utilizado em muitos produtos industrializados, como cosméticos, bebidas (licores e vinhos), geleia, suco e iogurte. A casca pode servir de alimento para bois, porcos, aves e peixes.

 

Tem mais ...

Chocolate não dá espinha, já que não tem relação com a parte hormonal do corpo. Também não engorda, desde que não seja consumido em excesso. Possui ferro, vitaminas do complexo B, magnésio e gordura saturada.

O chocolate amargo tem maior teor de cacau, o que reduz a gordura, além de saciar mais rápido a vontade. Possui substância antioxidante, que previne o envelhecimento e faz bem para o coração.

O ideal é consumir 30 g (uma barrinha ou dois bombons pequenos) por dia, de preferência amargo. É bom evitar o chocolate branco. Esse tipo tem mais gordura por ser feito de manteiga de cacau.

Chocolate dá sensação de bem-estar. Possui feniletilamina, que estimula a produção de serotonina, hormônio da felicidade. O doce não vicia, porque a concentração de cafeína é muito pequena.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;