Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil foi um dos motores de crescimento do Casino no 1º semestre, diz Giscard



27/07/2017 | 04:03


O diretor financeiro do grupo francês Casino, Antoine Giscard d''Estaing, salientou, durante teleconferência com jornalistas na manhã desta quinta-feira, 27, que o Brasil foi um dos motores do crescimento e da rentabilidade da companhia no primeiro semestre do ano. A empresa controla o Grupo Pão de Açúcar (GPA) no País. Ele destacou o crescimento "muito rápido" do segmento de autosserviço (cash and carry) no País, com a bandeira Assaí, e também das vendas "tradicionais". "A dinâmica do Assaí continua muito forte", afirmou.

Durante a apresentação, Giscard também comentou sobre o controle de custos do grupo no Brasil e avaliou que o GPA, como um todo, apresentou um bom resultado no período. O executivo enfatizou ainda o progresso da contribuição da filial do Brasil nos números da empresa como um todo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil foi um dos motores de crescimento do Casino no 1º semestre, diz Giscard


27/07/2017 | 04:03


O diretor financeiro do grupo francês Casino, Antoine Giscard d''Estaing, salientou, durante teleconferência com jornalistas na manhã desta quinta-feira, 27, que o Brasil foi um dos motores do crescimento e da rentabilidade da companhia no primeiro semestre do ano. A empresa controla o Grupo Pão de Açúcar (GPA) no País. Ele destacou o crescimento "muito rápido" do segmento de autosserviço (cash and carry) no País, com a bandeira Assaí, e também das vendas "tradicionais". "A dinâmica do Assaí continua muito forte", afirmou.

Durante a apresentação, Giscard também comentou sobre o controle de custos do grupo no Brasil e avaliou que o GPA, como um todo, apresentou um bom resultado no período. O executivo enfatizou ainda o progresso da contribuição da filial do Brasil nos números da empresa como um todo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;