Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula inagura projeto da Petrobras no segundo maior colégio eleitoral do RJ


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/06/2006 | 16:54


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta quarta-feira da cerimônia oficial de lançamento da pedra fundamental do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, no município de São Gonçalo. Ele foi recebido por cerca de quatro mil pessoas com cânticos evangélicos — esta é a primeira vez que um presidente visitou o município, que é o segundo maior colégio eleitoral do Estado.

A Petrobrás ainda não comprou o terreno que abrigará o projeto, mas antecipou o lançamento do complexo para o presidente poder participar. A partir do dia 30, Lula não poderá mais inaugurar obras por causa da legislação eleitoral.

O pólo produzirá materiais atualmente importados pelo Brasil, o que vai gerar uma economia de US$ 2 bilhões para o País. O complexo começará a funcionar em 2012, e a expectativa de Lula é que as obras tenham início em janeiro de 2007.

O investimento no pólo chega a US$ 6,5 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 14 bilhões. O presidente lembrou que a promessa de construção do complexo no Rio de Janeiro vem desde a década de 80. "Nós não vamos ficar lembrando o que não deu certo, nós não vamos ficar lamentando os gols que o Brasil não marcou ontem, vamos nos preparar para marcar os gols domingo, vamos nos preparar", afirmou Lula, referindo-se ao jogo de estréia do Brasil na Copa do Mundo contra a Croácia, nesta terça, e a próxima partida, que será domingo, contra a Austrália.

"A Petrobras é um filho que todo mundo gostaria de ter, ela é uma espécie de ‘Ronaldinho’ da indústria brasileira", brincou o presidente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula inagura projeto da Petrobras no segundo maior colégio eleitoral do RJ

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/06/2006 | 16:54


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta quarta-feira da cerimônia oficial de lançamento da pedra fundamental do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, no município de São Gonçalo. Ele foi recebido por cerca de quatro mil pessoas com cânticos evangélicos — esta é a primeira vez que um presidente visitou o município, que é o segundo maior colégio eleitoral do Estado.

A Petrobrás ainda não comprou o terreno que abrigará o projeto, mas antecipou o lançamento do complexo para o presidente poder participar. A partir do dia 30, Lula não poderá mais inaugurar obras por causa da legislação eleitoral.

O pólo produzirá materiais atualmente importados pelo Brasil, o que vai gerar uma economia de US$ 2 bilhões para o País. O complexo começará a funcionar em 2012, e a expectativa de Lula é que as obras tenham início em janeiro de 2007.

O investimento no pólo chega a US$ 6,5 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 14 bilhões. O presidente lembrou que a promessa de construção do complexo no Rio de Janeiro vem desde a década de 80. "Nós não vamos ficar lembrando o que não deu certo, nós não vamos ficar lamentando os gols que o Brasil não marcou ontem, vamos nos preparar para marcar os gols domingo, vamos nos preparar", afirmou Lula, referindo-se ao jogo de estréia do Brasil na Copa do Mundo contra a Croácia, nesta terça, e a próxima partida, que será domingo, contra a Austrália.

"A Petrobras é um filho que todo mundo gostaria de ter, ela é uma espécie de ‘Ronaldinho’ da indústria brasileira", brincou o presidente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;