Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Se eu tivesse ficado...

Areviravolta em torno da candidatura do vereador de São Paulo Gabriel Chalita (PSB), que sairia a vereador mas agora


Do Diário do Grande ABC

27/05/2010 | 00:00


Areviravolta em torno da candidatura do vereador de São Paulo Gabriel Chalita (PSB), que sairia a vereador mas agora irá se candidatar a deputado federal, fez muito político do Grande ABC com a pulga atrás de orelha. Tudo por um simples motivo: com a decisão de Chalita, o partido deverá aumentar consideravelmente o número de cadeiras da legenda em Brasília, já que pelo menos quatro nomes devem garantir perto de 1,5 milhão de votos. O que se fala nos bastidores é que, pela ordem, deverão se posicionar no ranking das urnas do PSB Chalita, o ex-jogador Marcelinho Carioca, o presidente estadual da legenda Márcio França e a ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina. Dessa forma, o que se imagina, antes da decisão do ex-secretário estadual de Educação é de que só garantiria cadeira aquele que tivesse pelo menos 120 mil votos. Agora já fala em 70 mil como nota de corte. Em Mauá, o novo posicionamento do vereador socialista caiu como uma bomba. Principalmente os aliados ao ex-prefeiturável Chiquinho do Zaíra, que trocou a legenda pelo PMN, quando também tentará vaga em Brasília. Os comentários são de que agora a vida de Chiquinho seria muito mais fácil. Agora, o jeito é correr atrás de voto...

Bastidores

O que é isso, companheiro?
Quem disse que nunca viria o Vicentinho elogiar o deputado estadual Orlando Morando (PSDB-São Bernardo), se enganou. Mas, obviamente, as palavras não foram do deputado federal do PT. Quem falou bem do tucano foi o vereador Vicentinho (PR), de Ribeirão Pires, durante prestação de contas do parlamentar no Legislativo municipal. Os comentários no meio político é que teve muito petista que ficou sem entender quando soube da notícia. A calma só voltou após saber que se tratava do xará.

Vencendo pelo cansaço
O vereador de São Bernardo Matias Fiúza (PT) estabeleceu um ritual. Todo dia, pela manhã, ele passa no gabinete do colega de Legislativo Ary de Oliveira (PSB). Mas não para pedir qualquer coisa ou fazer reclamação. "Eu chego e falo: ‘Bom Dilma'", brincou o petista. O que não faz por um voto, hein?

Almoço socialista
O vice-presidente da Gestão Empresarial do Santo André, Romualdo Magro Júnior (PSB), que é pré-candidato a deputado estadual, participou na terça-feira de almoço com o candidato a governador da legenda, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf. Educação foi um dos temas discutidos. A proposta do governável é trazer o modelo do Sesi para as escolas estaduais. Romualdo apoiou a medida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Se eu tivesse ficado...

Areviravolta em torno da candidatura do vereador de São Paulo Gabriel Chalita (PSB), que sairia a vereador mas agora

Do Diário do Grande ABC

27/05/2010 | 00:00


Areviravolta em torno da candidatura do vereador de São Paulo Gabriel Chalita (PSB), que sairia a vereador mas agora irá se candidatar a deputado federal, fez muito político do Grande ABC com a pulga atrás de orelha. Tudo por um simples motivo: com a decisão de Chalita, o partido deverá aumentar consideravelmente o número de cadeiras da legenda em Brasília, já que pelo menos quatro nomes devem garantir perto de 1,5 milhão de votos. O que se fala nos bastidores é que, pela ordem, deverão se posicionar no ranking das urnas do PSB Chalita, o ex-jogador Marcelinho Carioca, o presidente estadual da legenda Márcio França e a ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina. Dessa forma, o que se imagina, antes da decisão do ex-secretário estadual de Educação é de que só garantiria cadeira aquele que tivesse pelo menos 120 mil votos. Agora já fala em 70 mil como nota de corte. Em Mauá, o novo posicionamento do vereador socialista caiu como uma bomba. Principalmente os aliados ao ex-prefeiturável Chiquinho do Zaíra, que trocou a legenda pelo PMN, quando também tentará vaga em Brasília. Os comentários são de que agora a vida de Chiquinho seria muito mais fácil. Agora, o jeito é correr atrás de voto...

Bastidores

O que é isso, companheiro?
Quem disse que nunca viria o Vicentinho elogiar o deputado estadual Orlando Morando (PSDB-São Bernardo), se enganou. Mas, obviamente, as palavras não foram do deputado federal do PT. Quem falou bem do tucano foi o vereador Vicentinho (PR), de Ribeirão Pires, durante prestação de contas do parlamentar no Legislativo municipal. Os comentários no meio político é que teve muito petista que ficou sem entender quando soube da notícia. A calma só voltou após saber que se tratava do xará.

Vencendo pelo cansaço
O vereador de São Bernardo Matias Fiúza (PT) estabeleceu um ritual. Todo dia, pela manhã, ele passa no gabinete do colega de Legislativo Ary de Oliveira (PSB). Mas não para pedir qualquer coisa ou fazer reclamação. "Eu chego e falo: ‘Bom Dilma'", brincou o petista. O que não faz por um voto, hein?

Almoço socialista
O vice-presidente da Gestão Empresarial do Santo André, Romualdo Magro Júnior (PSB), que é pré-candidato a deputado estadual, participou na terça-feira de almoço com o candidato a governador da legenda, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf. Educação foi um dos temas discutidos. A proposta do governável é trazer o modelo do Sesi para as escolas estaduais. Romualdo apoiou a medida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;