Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sydney reforça segurança de reator nuclear


Do Diário do Grande ABC

27/08/2000 | 17:09


A segurança foi reforçada este domingo em torno do reator nuclear de Lucas Heights, perto de Sydney, em razao de uma ameaça terrorista revelada pela imprensa e confirmada este sábado pela polícia neozelandesa, anunciaram autoridades australianas encarregadas da segurança nos Jogos Olímpicos.

Segundo essas autoridades, o reator continuará em atividade ``porque um ataque parece pouco provável'', mas a segurança foi reforçada. O primeiro-ministro australiano, John Howard, se negou a comentar este domingo as informaçoes procedentes de Auckland, mas um porta-voz do procurador geral Darryl Williams afirmou que ``nenhuma ameaça real pesa sobre a instalaçao nuclear ou qualquer outra coisa durante os Jogos Olímpicos''.

Mais de 600 policiais, soldados, técnicos em desativaçao de minas, submarinistas e caes policiais começaram nos primeiros dias deste mês os últimos controles das instalaçoes para garantir o máximo de segurança nas Olimpíadas.

Os peritos em desativaçao de minas realizaram diariamente vistorias exaustivas da Vila Olímpica, operaçoes que se estenderao a outros locais a partir de 1 de setembro, ``à medida em que forem declarados fechados ao público'', adiantou o porta-voz. Além disso, o Parlamento australiano deve adotar imediatamente uma nova lei que autoriza o Governo a recorrer ao exército em caso de necessidade.

Fontes policiais neozelandesas tinham informado este sábado sobre a descoberta de um plano terrorista atribuído ao multimilionário extremista muçulmano Usama Ben Laden para atacar o reator nuclear durante os Jogos Olímpicos.

O objetivo da operaçao seria o reator de Lucas Height, construído em 1958 e situado a 25 km do estádio olímpico, adiantaram as fontes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sydney reforça segurança de reator nuclear

Do Diário do Grande ABC

27/08/2000 | 17:09


A segurança foi reforçada este domingo em torno do reator nuclear de Lucas Heights, perto de Sydney, em razao de uma ameaça terrorista revelada pela imprensa e confirmada este sábado pela polícia neozelandesa, anunciaram autoridades australianas encarregadas da segurança nos Jogos Olímpicos.

Segundo essas autoridades, o reator continuará em atividade ``porque um ataque parece pouco provável'', mas a segurança foi reforçada. O primeiro-ministro australiano, John Howard, se negou a comentar este domingo as informaçoes procedentes de Auckland, mas um porta-voz do procurador geral Darryl Williams afirmou que ``nenhuma ameaça real pesa sobre a instalaçao nuclear ou qualquer outra coisa durante os Jogos Olímpicos''.

Mais de 600 policiais, soldados, técnicos em desativaçao de minas, submarinistas e caes policiais começaram nos primeiros dias deste mês os últimos controles das instalaçoes para garantir o máximo de segurança nas Olimpíadas.

Os peritos em desativaçao de minas realizaram diariamente vistorias exaustivas da Vila Olímpica, operaçoes que se estenderao a outros locais a partir de 1 de setembro, ``à medida em que forem declarados fechados ao público'', adiantou o porta-voz. Além disso, o Parlamento australiano deve adotar imediatamente uma nova lei que autoriza o Governo a recorrer ao exército em caso de necessidade.

Fontes policiais neozelandesas tinham informado este sábado sobre a descoberta de um plano terrorista atribuído ao multimilionário extremista muçulmano Usama Ben Laden para atacar o reator nuclear durante os Jogos Olímpicos.

O objetivo da operaçao seria o reator de Lucas Height, construído em 1958 e situado a 25 km do estádio olímpico, adiantaram as fontes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;