Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Portuguesa goleia o Palmeiras e Marco Aurélio balança


Fernão Silveira
Do Diário OnLine

28/01/2001 | 17:55


Embalada, a Portuguesa aproveitou a má fase do Palmeiras e voltou a golear, em sua segunda partida pelo Paulistão. Neste domingo, no Canindé, a Lusa aplicou um incômodo 4 a 2 ao alviverde, resultado que pode ser a gota d'água para a demissão do técnico Marco Aurélio. Para completar o resultado negativo, o Palmeiras perdeu três atletas para a próxima partida - todos expulsos.

Líder do campeonato, a Portuguesa puxa a fila dos "100%", com seis pontos em duas partidas (saldo de 7 gols, contra 6 do Santos e 3 da Ponte Preta). Já o Palmeiras amarga a 12ª colocação: um ponto, conseguido no empate com o Botafogo na estréia.

O meia-atacante Lúcio foi o nome do jogo, com dois gols e participação em outro. Hernani e Irênio também brilharam. Já no lado do Palmeiras, a instabilidade de nervos roubou a cena. O lateral Daniel foi perseguido por um torcedor que invadiu o gramado enquanto Claudecir, Galeano e Magrão foram expulsos em claras amostras de descontrole.

Melhor colocada em campo e aproveitando-se do maior tempo de trabalho que o técnico Renê Simões está podendo gastar com os treinos da equipe (a Lusa não participa do Rio-São Paulo), o time da casa foi superior desde o início. O volante Hélson abriu o placar, aos 10, aproveitando de cabeça cruzamento na área feito por Lúcio.

No restante do primeiro tempo, a Lusa seguiu melhor, mas abusou das oportunidades perdidas. A superioridade só se consolidou na etapa final, mesmo depois da expulsão de Ricardo Lopes, aos 5.

Dois minutos depois, Cléber iniciou contra-ataque rápido e ligou para Irênio na esquerda. Ele inverteu para Lúcio, que invadiu a área em velocidade e fuzilou cruzado na saída de Sérgio.

Passeando em campo, o terceiro da Lusa chegou aos 16, graças ao erro de Magrão na saída de bola. Hernani roubou na intermediária e tocou para Lúcio, na direita, que chutou forte na saída de Sérgio - um lance bem parecido com o segundo gol.

Alex deu sobrevida ao Palmeiras aos 22, quatro minutos depois da expulsão de Claudecir, que igualou o número de jogadores em campo. O meia tentou um primeiro chute dentro da área e aproveitou o rebote da defesa para colocar no cantinho direito de Fabiano. Mas Hernani sacramentou a goleada aos 32, completando a sobra de uma jogada iniciada por ele mesmo na intermediária.

Antes da complementação do vexame, Flávio diminuiu aos 34, cobrando pênalti cometido por Mancini. Fabiano quase defendeu. Depois disso, com o Palmeiras na roda, Galeano e Magrão foram expulsos na tentativa de descontar na violência o baile imposto dentro do campo pela Portuguesa.

Na próxima rodada, a líder Portuguesa terá pela primeira vez no Paulistão 2001 um jogo fora do Canindé, domingo, em Santa Bárbara D'Oeste, contra a União Agrícola Barbarense. O Palmeiras também joga fora da capital, sábado, em Matão, contra a Matonense. Antes disso, pelo Torneio Rio-SãoPaulo, o alviverde recebe o Flamengo, quarta-feira, no Palestra Itália.

O técnico Marco Aurélio Moreira pode nem estar mais no banco palmeirense durante a partida contra o Fla. A cobrança da torcida e a insatisfação da diretoria podem culminar em sua demissão ainda nesta segunda ou terça-feira. "Agora é conversar bastante com a diretoria. Não adianta nos precipitarmos nesse momento", comentou o treinador ameaçado.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;