Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Faltam galpões para alugar na região


Guilherme Yoshida
Do Diário do Grande ABC

14/05/2007 | 07:02


“Preciso urgente de galpões para alugar no Grande ABC”. O anúncio de uma imobiliária de Mauá veiculado na internet mostra exatamente a dificuldade que os profissionais do setor de locação na região enfrentam atualmente. A proximidade a rodovias como Anchieta e Imigrantes, tributação como o ISS (Imposto sobre Serviços) mais barata do que em outros municípios e a facilidade no acesso ao futuro Rodoanel são algumas das razões que mais influenciam no aumento da procura por este tipo de imóvel nas sete cidades.

“O que mais faltam são locais entre 1 mil m² e 3 mil m². O que tinha já foi alugado”, afirma Douglas Gonçalves, diretor de locação da imobiliária Gonçalves, de São Bernardo. Ele conta que empresas de logística e do ramo de plásticos são as mais interessadas em alugar galpões com estas características, já que visam aumentar o espaço físico de suas filiais.

“Detalhes como fiação, parte elétrica, telhados e sistema hidráulico do local devem ser verificados com cuidado. No Grande ABC, os preços das locações têm variado entre R$ 6 e R$ 10 o m²”, conta Douglas Gonçalves.

Especialistas contam que a região, historicamente, sempre possuiu grandes áreas com galpões para a locação. Porém, principalmente devido à construção do Rodoanel, muitas empresas compraram estes antigos terrenos para a construção de filiais.

“Faz um mês que procuro um espaço na região para locar para uma companhia de funilaria e pintura de caminhões e não encontro”, reclama Reginaldo Montesano, sócio da Getty imobiliária, de São Caetano.

“Para galpões entre 500 m² e 1 mil² o locatário vai levar, em média, 30 dias para encontrar um no Grande ABC. Maiores áreas estão todas alugadas”, conta Aparecida Nogueira, gerente de locação da Pinotti Imóveis, de São Bernardo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;