Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Administrador tentou avisar moradores sobre desabamento


Do Diário do Grande ABC

11/11/1999 | 11:18


O administrador do prédio que desabou na manha desta quinta-feira, em Foggia, informou aos jornalistas que havia tentado prevenir aos moradores do edifício após escutar ``barulhos estranhos''.

Luigi Lacontana disse ter sido despertado pouco depois das 3h locais pelo ocupante de um apartamento situado no subsolo do imóvel e que providenciou a saída de toda sua família, salvando-a assim da morte. ``O sr. Torraco me disse que havia escutado barulhos estranhos e me falou de paredes que se rachavam'', contou o administrador. Acrescentou que havia chamado imediatamente os bombeiros para que viessem verificar o estado do prédio.

Explicou que havia tratado junto com Torraco de avisar a todos os habitantes do imóvel, chamando-os pelo porteiro eletrônico.

Quando algumas pessoas chegavam à janela ou se consultavam nas escadas para saber o que estava acontecendo, o prédio de 26 apartamentos desabou como um castelo de cartas, soterrando todos.

Entre os resgatados, está um menino de 1 ano, retirado vivo dos escombros por sua tia. ``Escutei alguém chorando, gritei e comecei a cavar com todas as minhas forças. Foi entao que vi a maozinha de meu sobrinho'', contou Nicla Crincoli, que chegou ao local logo depois do desabamento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Administrador tentou avisar moradores sobre desabamento

Do Diário do Grande ABC

11/11/1999 | 11:18


O administrador do prédio que desabou na manha desta quinta-feira, em Foggia, informou aos jornalistas que havia tentado prevenir aos moradores do edifício após escutar ``barulhos estranhos''.

Luigi Lacontana disse ter sido despertado pouco depois das 3h locais pelo ocupante de um apartamento situado no subsolo do imóvel e que providenciou a saída de toda sua família, salvando-a assim da morte. ``O sr. Torraco me disse que havia escutado barulhos estranhos e me falou de paredes que se rachavam'', contou o administrador. Acrescentou que havia chamado imediatamente os bombeiros para que viessem verificar o estado do prédio.

Explicou que havia tratado junto com Torraco de avisar a todos os habitantes do imóvel, chamando-os pelo porteiro eletrônico.

Quando algumas pessoas chegavam à janela ou se consultavam nas escadas para saber o que estava acontecendo, o prédio de 26 apartamentos desabou como um castelo de cartas, soterrando todos.

Entre os resgatados, está um menino de 1 ano, retirado vivo dos escombros por sua tia. ``Escutei alguém chorando, gritei e comecei a cavar com todas as minhas forças. Foi entao que vi a maozinha de meu sobrinho'', contou Nicla Crincoli, que chegou ao local logo depois do desabamento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;