Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Muricy só libera escalação minutos antes do clássico



11/03/2006 | 08:36


O técnico Muricy Ramalho garante que não é suspense nem mistério, apenas uma questão de aguardar uma resposta do departamento médico, mas a escalação do time do São Paulo para o clássico de domingo à tarde, contra o Corinthians, no Morumbi, só será conhecida pouco antes de a bola rolar.   "Quando eu tenho o time, eu passo para vocês, como fiz terça-feira, véspera da partida contra o Cienciano. Agora, eu não posso dizer. Ainda preciso esperar um pouco, conversar com alguns jogadores e ver a condição de outros", explicou o treinador.

Na teoria, Muricy tem apenas uma dúvida, já que confirmou as entradas de Richarlyson e Alex nos lugares de Júnior (machucado) e Lugano (suspenso), respectivamente. Dúvida que não parece ser tão fundamental para fechar o time para um jogo de tal importância. Fabão, que sentiu uma lesão nas costas, ainda depende de uma avaliação, mas as chances de que possa jogar são remotas. "Não adianta eu lamentar essas coisas. Tenho de olhar para frente e não para trás. Eu tenho bons jogadores no elenco, que estão dispostos a entrar para mostrar trabalho."

Engana-se, porém, quem acredita que a reposição no setor, com a entrada de Edcarlos, resolveria de vez os problemas do São Paulo para o clássico. Muricy preferiu deixar aberta uma possibilidade. Aliás, bastante audaciosa e, que, com certeza, faria a alegria do torcedor: a entrada de Thiago, ao lado de Aloísio e Alex Dias. Um trio ofensivo, com Danilo um pouco mais recuado e sem a necessidade dos três zagueiros. Claro que Thiago adoraria que isso acontecesse. "Se eu começar jogando ou entrar no segundo tempo, vou procurar fazer o melhor para o São Paulo. Não posso me precipitar e achar que tenho de ser titular. Vou continuar trabalhando para conquistar meu espaço, sempre respeitando os outros atacantes", ressalta o garoto. Aparentemente, tudo não passa de um blefe, só para tentar confundir Antônio Lopes. Em certo momento da coletiva, Muricy disse que não pôde confirmar a escalação porque o grupo ainda sente o desgaste do jogo da Copa Libertadores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Muricy só libera escalação minutos antes do clássico


11/03/2006 | 08:36


O técnico Muricy Ramalho garante que não é suspense nem mistério, apenas uma questão de aguardar uma resposta do departamento médico, mas a escalação do time do São Paulo para o clássico de domingo à tarde, contra o Corinthians, no Morumbi, só será conhecida pouco antes de a bola rolar.   "Quando eu tenho o time, eu passo para vocês, como fiz terça-feira, véspera da partida contra o Cienciano. Agora, eu não posso dizer. Ainda preciso esperar um pouco, conversar com alguns jogadores e ver a condição de outros", explicou o treinador.

Na teoria, Muricy tem apenas uma dúvida, já que confirmou as entradas de Richarlyson e Alex nos lugares de Júnior (machucado) e Lugano (suspenso), respectivamente. Dúvida que não parece ser tão fundamental para fechar o time para um jogo de tal importância. Fabão, que sentiu uma lesão nas costas, ainda depende de uma avaliação, mas as chances de que possa jogar são remotas. "Não adianta eu lamentar essas coisas. Tenho de olhar para frente e não para trás. Eu tenho bons jogadores no elenco, que estão dispostos a entrar para mostrar trabalho."

Engana-se, porém, quem acredita que a reposição no setor, com a entrada de Edcarlos, resolveria de vez os problemas do São Paulo para o clássico. Muricy preferiu deixar aberta uma possibilidade. Aliás, bastante audaciosa e, que, com certeza, faria a alegria do torcedor: a entrada de Thiago, ao lado de Aloísio e Alex Dias. Um trio ofensivo, com Danilo um pouco mais recuado e sem a necessidade dos três zagueiros. Claro que Thiago adoraria que isso acontecesse. "Se eu começar jogando ou entrar no segundo tempo, vou procurar fazer o melhor para o São Paulo. Não posso me precipitar e achar que tenho de ser titular. Vou continuar trabalhando para conquistar meu espaço, sempre respeitando os outros atacantes", ressalta o garoto. Aparentemente, tudo não passa de um blefe, só para tentar confundir Antônio Lopes. Em certo momento da coletiva, Muricy disse que não pôde confirmar a escalação porque o grupo ainda sente o desgaste do jogo da Copa Libertadores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;