Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

CPI ouve presidente da Federação Brasileira dos Bingos


Da Agência Brasil

09/05/2006 | 09:54


A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Senado que investiga a relação das casas de bingo com a lavagem de dinheiro e o crime organizado ouve nesta terça-feira o presidente da Febrabingo (Federação Brasileira dos Bingos), Carlos Eduardo Canto. O depoimento ocorre logo após a reunião administrativa da CPI.

Nesse encontro, os senadores devem apreciar e votar vários requerimentos, entre eles os de convocação do ex-presidente da CEF (Caixa Econômica Federal) Jorge Mattoso e do publicitário Marcos Valério de Souza, empresário apontado como um dos operadores do suposto esquema de compra de votos da base aliada.

Além dos trabalhos em Brasília, a CPI realiza nesta terça-feira uma diligência especial em Cuiabá, quando vai interrogar João Arcanjo Ribeiro, o Comendador. O ex-policial condenado a 37 anos de prisão por homicídio e lavagem de dinheiro será ouvido por cinco senadores. Ele é suspeito de participação no assassinato do então prefeito de Santo André Celso Daniel. A tomada do depoimento ocorre na Penitenciária Regional Pascoal Ramos, na capital mato-grossense.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPI ouve presidente da Federação Brasileira dos Bingos

Da Agência Brasil

09/05/2006 | 09:54


A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Senado que investiga a relação das casas de bingo com a lavagem de dinheiro e o crime organizado ouve nesta terça-feira o presidente da Febrabingo (Federação Brasileira dos Bingos), Carlos Eduardo Canto. O depoimento ocorre logo após a reunião administrativa da CPI.

Nesse encontro, os senadores devem apreciar e votar vários requerimentos, entre eles os de convocação do ex-presidente da CEF (Caixa Econômica Federal) Jorge Mattoso e do publicitário Marcos Valério de Souza, empresário apontado como um dos operadores do suposto esquema de compra de votos da base aliada.

Além dos trabalhos em Brasília, a CPI realiza nesta terça-feira uma diligência especial em Cuiabá, quando vai interrogar João Arcanjo Ribeiro, o Comendador. O ex-policial condenado a 37 anos de prisão por homicídio e lavagem de dinheiro será ouvido por cinco senadores. Ele é suspeito de participação no assassinato do então prefeito de Santo André Celso Daniel. A tomada do depoimento ocorre na Penitenciária Regional Pascoal Ramos, na capital mato-grossense.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;