Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Remédio para emagrecer pode ter causado morte de adolescente


Do Diário OnLine

07/12/2006 | 13:57


A estudante Rhaissa Gabriela Alvarenga Costa Araújo, 16 anos, morreu na quarta-feira em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, vítima de um ataque cardíaco supostamente causado pela ingestão de remédios para emagrecer. A jovem deu entrada na UBDS (Unidade Básica Distrital de Saúde) com crise convulsiva.

Segundo informações do Jornal Hoje (Rede Globo), Rhaissa começou o tratamento para emagrecer porque jogava handebol e achava que seu rendimento era prejudicado pelo excesso de peso — ela tinha 103 quilos para 1m65.

Durante os 40 dias em que tomou o remédio, a estudante perdeu 7 quilos. Desde então, a família percebeu que ela passou a sentir dificuldades para respirar e aceleração dos batimentos cardíacos. Do último sábado até ontem, quando morreu, Rhaissa havia procurado três vezes a Santa Casa de Ribeirão e a UBDS.

O remédio usado pela adolescente tinha como princípio ativo a sibutramina. O médico que prescreveu o medicamento, Ricardo Cassini, disse que usado na dosagem prescrita, não causa problemas aos pacientes.

Já o secretário de Saúde da cidade, Osvaldo Franco, disse que o remédio pode causar "reações extremamente graves" em algumas pessoas.

Laudo do IML (Instituto Médico Legal) deve indicar se Rhaissa realmente ingeriu uma dose acima da permitida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;